iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/08 - 19:56

Ziza Valadares se defende em entrevista na Cidade do Galo
Mandatário garantiu que sua ausência nos estádios e na sede não querem dizer que ele tenha abandonado o clube

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Conforme anunciado previamente, Ziza Valadares, presidente do Atlético-MG, concedeu nesta terça uma entrevista coletiva após uma temporada de férias na Argentina. Sempre à vontade diante de câmeras e microfones, o dirigente comentou os questionamentos que vêm sendo feitos em relação à sua gestão.

Quanto ao pedido de conselheiros para que ele deixasse o cargo, Ziza foi mais uma vez irredutível em sua posição. “Não foi o conselho que pediu a minha saída. Foram presidentes de algumas comissões, parece que seis ou sete pessoas, que fizeram uma reunião e pediram algumas coisas que eu já respondi numa nota oficial. Devo reiterar: não é o conselho”, garantiu.

O presidente ainda acrescentou: “Eu não vou arredar pé do projeto que fiz para o Atlético. Nós temos que arrumar o Atlético primeiro administrativa e financeiramente, buscando um time que não dê os vexames que nós temos tido”. No entanto, foi menos ríspido quanto às cobranças que vêm das arquibancadas. “A insatisfação que a torcida tem hoje é absolutamente normal; é a minha como presidente”, concordou, referindo-se ao desempenho do time em campo.

O mandatário alvinegro garantiu ainda que sua ausência nos estádios e na sede não querem dizer que ele tenha abandonado o clube. Durante a derrota por 6 a 1 para o Vasco, ele afirma ter acompanhado o jogo pelo rádio e ter se comunicado com o diretor de futebol Alexandre Faria, que estava em São Januário.

“Em razão da modernidade, nós hoje falamos via internet, via telefone, de qualquer lugar do mundo. Inclusive, tomamos a decisão imediatamente após a conclusão do jogo, daquele lamentável jogo, da demissão do treinador (Alexandre Gallo)”, conta.

Em sua defesa, Ziza usou ainda como argumento uma punição imposta a ele pelo STJD. “É importante dizer que eu estou suspenso e não posso comparecer aos jogos. É importante dizer que eu nunca deixei de ir a um campo sequer, seja no Amazonas, no Piauí, em qualquer lugar, como diretor e como presidente do Atlético. Quando podia, ia ao campo, nestes dias eu estou suspenso”, lembrou.


Leia mais sobre: Ziza Valadares Atlético-MG

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo