iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/08 - 14:34

Ney Franco tem dúvidas para escalar Botafogo

Zagueiro Renato Silva é a principal baixa na equipe; Triguinho, Carlos Alberto e Wellington Paulista voltam ao time

Gazeta Esportiva

O Botafogo irá enfrentar o Figueirense na noite desta quinta-feira, a partir das 20h30 (horário de Brasília), em partida no estádio Orlando Scarpelli válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. E apesar de ter conseguido um importante 3 a 0 fora de casa sobre o Atlético-PR na última rodada, o time carioca ter uma escalação bastante alterada em Florianópolis.

A principal baixa fica por conta do zagueiro Renato Silva, vítima de um estiramento muscular na coxa direita na partida do final de semana em Curitiba. O jogador já vem fazendo tratamento no departamento médico para poder enfrentar o Palmeiras no próximo final de semana, mas não tem condições de encarar o Figueira. Por isso, deve dar o lugar para Édson.

O time, porém, só será definido por Ney Franco nesta quarta-feira. Isso porque ele terá o retorno do lateral-esquerdo Triguinho, do meia Carlos Alberto e do atacante Wellington Paulista, que cumpriram suspensão diante do Furacão. Como o time vem bem, fica difícil especular os possíveis barrados, mas a tendência é que a reserva desta vez seja reservada para o volante Leandro Guerreiro, para o meia Zé Carlos e para o atacante Gil.

Com isso, o Glorioso deverá se formar com: Renan, Thiaguinho, André Luis, Édson e Triguinho; Túlio, Diguinho, Lucio Flavio e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Wellington Paulista. A delegação embarcou nesta quarta-feira para Florianópolis.

Fora de campo - A diretoria não pensa em fazer novas contratações para o restante da temporada. Em conversa com Ney Franco, ficou definido que o elenco é suficiente para agüentar o tranco até dezembro, mesmo com a Copa Sul-americana começando na próxima semana.

A postura só será modificada se algum jogador receber proposta para deixar General Severiano até o fim deste mês, quando se fecha a janela de transferências para o exterior. O único com chance concreta de sair é Jorge Henrique, que está nos planos do futebol japonês, mas que tem se mostrado mais disposto a cumprir seu compromisso até o fim.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias