iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/08 - 08:35

Boa sorte, Gamboa!
Ex-jogador do Newell´s Old Boys volta ao clube para assumir o cargo de treinador

Trivela.com

BUENOS AIRES (Argentina) - O torcedor são-paulino lembra-se muito bem de Fernando Gamboa. Na segunda partida final da Libertadores de 1992, o jogador, atuando pelo Newell’s Old Boys, cobrou um pênalti e Zetti defendeu. Começava ali a comemoração do primeiro título do Tricolor na competição.

Agora, Gamboa está se preparando para o Apertura 2008, pois é o novo técnico dos Leprosos. Chega junto com ele outro atleta que disputou aquela famosa partida contra o São Paulo: Ricardo Lunari. Sua função será a de ajudante de campo.

A contratação de Gamboa, de 37 anos, acontece a poucos dias da estréia do Newell’s no torneio argentino – dia 8, contra o Gimnasia La Plata, fora de casa. Sinal de planejamento mal feito pela diretoria do clube? Não. Ricardo Lombardi, último treinador do time, pediu demissão no último dia 1°, em conseqüência dos problemas que tinha com o presidente do Newell’s, Eduardo López.

Tudo indica que o novo comandante deverá ser bastante cobrado. Afinal, o time vem subindo de produção a cada semestre. No Clausura passado, o Newell’s terminou em oitavo lugar. Antes, havia obtido os seguintes desempenhos: 11° no Apertura 2007, 14° no Clausura 2007 e 19° no Apertura 2006.

Apesar de ter ficado muito marcado pelo pênalti perdido no Morumbi, Gamboa também teve bons momentos na equipe de Rosario. Ele conquistou o campeonato argentino 1990/91 e o Clausura 92. Isso, porém, não vem ao caso no momento. Gamboa vai iniciar uma nova trajetória em sua vida. Aliás, ao falarmos de nova trajetória, não estamos nos referindo apenas ao Newell’s, pois Gamboa jamais treinou um time de primeira divisão até hoje. Seu último trabalho foi realizado em uma das categorias de base do Boca

Logo que desembarcou no Newell’s, Gamboa já ficou sabendo que não poderá contar com o paraguaio Salcedo, negociado com o River. É uma grande perda, já que o atacante foi o artilheiro do Newell’s no Clausura deste ano, com nove gols.



Mala cheia de títulos


Salcedo não foi campeão pelo Newell’s e ainda não estreou pelo River. Já o experiente Ariel Ortega pode dizer que deu a volta olímpica com a camisa de ambas as equipes. Daqui para frente, no entanto, Ortega não irá mais atuar no futebol argentino. Ele deixou os Millonarios e acertou sua ida para o Al-Ain, dos Emirados Árabes.

Considerando-se as três passagens que teve pelo River, Ortega faturou seis títulos argentinos (Apertura 91, Apertura 93, Apertura 94, Apertura 96, Clausura 2002 e Clausura 2008) e uma Libertadores (1996). Pena que o encerramento da história de Ortega em Nuñez não tenha sido muito feliz. O jogador preferiu ir embora do River porque não queria atender ao pedido da diretoria: passar por um rigoroso tratamento da dependência do álcool.



Só falta começar


Messi se apresentou à seleção olímpica. Finalmente! A FIFA obrigou o Barcelona a liberar o jogador e agora o técnico Sergio Batista ganha um reforço considerável para a estréia, que irá ocorrer nesta quinta-feira, diante da Costa do Marfim. Embora tenha chegado bem depois que o restante da delegação, Messi já ganhou a posição de titular.

Nesta segunda-feira, houve uma prática de futebol que durou 55 minutos. Estes foram os 11 titulares: Ustari; Zabaleta, Garay, Pareja e Monzón; Mascherano, Gago, Messi e Riquelme; Lavezzi e Agüero. Do lado oposto, estiveram os outros sete jogadores convocados por Batista e mais quatro juniores de um clube de Shanghai.

O resultado foi animador. Com três gols de Lavezzi e mais um de Agüero, a Argentina venceu por 4 x 0. Esse ‘mini-jogo’, porém, não pode ser comparado ao amistoso de terça-feira da semana passada, realizado em Tóquio. Naquele dia, a Argentina enfrentou a seleção olímpica japonesa, que também disputará a Olimpíada. Portanto, foi um teste muito mais difícil. O único gol do confronto, suspenso aos 38 minutos do segundo tempo devido à forte chuva, foi anotado por Di María.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo