iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/08 - 13:52

Roberto Brum e Fabão podem deixar o Santos
Zagueiro é dono do maior vencimento da folha de pagamentos – somados salário, direito de imagem, e dívida com Kashima

Gazeta Esportiva

SANTOS - Apesar de seconsiderar um jogador importante para o grupo e de querer continuar na Vila Belmiro, o volante Roberto Brum não aceitou redução de seus ganhos no clube e deve ser dispensado pela diretoria do Santos, que pretende reduzir a folha salarial de alguns atletas. O zagueiro Fabão também deve ser negociado.

“O Santos me contratou para jogar e me propôs um salário nem alto nem baixo, mas justo, eu acho um salário justo. O pessoal do jurídico do clube sabe que eu não tenho um salário exorbitante. Um salário que eu já ganhava no Coritiba e lá fora (Portugal). Mas, não sou mercenário. Eu quero é jogar e dar o meu incentivo todo dia”, comentou Brum que ainda pode fazer um acordo com a direção santista.

Outro que não quis a redução do salário e também deve deixar o Santos é o zagueiro Fabão. O jogador é dono do maior vencimento da folha de pagamentos santista – somados salário, direito de imagem, parcelamento de luvas e de uma dívida do Kashima Antlers-JAP com o jogador que o Peixe assumiu.

Aliás, o zagueiro Adaílton passou pelo mesmo processo de redução salarial, mas como não aceitou trabalhar no Santos por menos do ordenado que estava recebendo, ele acertou a rescisão com o Santos e se desligou do clube.

Já o atacante paraguaio Nelson Cuevas deve permanecer, pois aceitou a redução em 50%. O paraguaio foi contratado para ser titular no Peixe, mas atualmente não figura nem entre os reservas, uma vez que está treinando em separado para recuperar seu condicionamento físico, considerado abaixo do restante do grupo.


Leia mais sobre: Santos Fabão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Acabou de chegar
Fabão deve ser negociado para aliviar a situação financeira do Santos

Topo