iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/08 - 14:53

Flu admite que reação no Brasileirão está demorando

Embora o time siga entre os últimos, dirigentes asseguram que não pensam em uma troca de comando

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Mesmo com a má fase posterior à derrota do Fluminense na final da Copa Libertadores da América, o técnico Renato Gaúcho vem recebendo o respaldo da diretoria do time. Por enquanto, mesmo com o clube na zona de rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, os dirigentes tricolores asseguram que não pensam em uma troca de comando.

A cúpula do Flu, porém, cobra um Renato Gaúcho mais vibrante nos próximos jogos do time no Brasileirão. E na quarta-feira, o Flu terá o São Paulo pela frente, no Morumbi. O meia Tartá e o atacante Washington, que cumpriram suspensão na derrota frente ao Inter neste final de semana, estarão de volta ao time – que não terá Maurício, expulso no sábado.

No entanto, não é só a diretoria ou o técnico do Fluminense que cobram o fim do mau momento. Capitão do time, o zagueiro Luiz Alberto cobra uma recuperação imediata da equipe no Brasileiro para não prolongar o sofrimento tricolor.

“Não podemos deixar para sair desta situação na metade do segundo turno porque até lá as equipes estarão mais fortes”, ressaltou o defensor tricolor, que vem jogando sem o seu parceiro Thiago Silva, que está na seleção brasileira que disputa os Jogos Olímpicos de Pequim – assim como o também tricolor Thiago Neves.

Fora das quatro linhas, o Fluminense deve desistir da contratação dos meias Willian e Jádson, ambos do Shakhtar Donestsk-UCR. Isto porque o clube ucraniano já avisou que não pretende liberar nenhum dos dois atletas, considerados importantes para a próxima Liga dos Campeões.

O coordenador de futebol tricolor, Branco, chegou a conversar com os dirigentes do Shaktar em sua viagem pela Europa, sem sucesso. Enquanto vê mais longe Willian e Jádson, o Fluminense pode apresentar o meia Urrutía nesta terça-feira. No mês passado, o jogador ajudou a LDU-EQU a bater o próprio Tricolor na decisão da Libertadores.


Leia mais sobre: Fluminense Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo