iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/08 - 08:47

De roxo, Felipe encerra críticas a uniforme amarelo

Goleiro não quis comentar a nova roupa que teve que usar no Pacaembu, contra o Criciúma

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O goleiro Felipe não correu o risco de ser chamado de “lombada” ou “banana” no empate sem gols com o Criciúma. Eram os adversários que vestiam camisas amarelas, cor rejeitada pelo jogador do Corinthians há mais de duas semanas.

Quando soube que o amarelo prevaleceria no design de seu novo uniforme, Felipe disse, bem-humorado, que pediria à diretoria para voltar a usar tons mais tradicionais. “Preto com amarelo é sacanagem, né? As pessoas me chamarão de lombada, banana. Vai ficar feio”, temia.

No sábado, Felipe estava sem graça ao falar sobre a camisa roxa que vestiu contra o Criciúma. Preferiu não afirmar se ficou mais à vontade com o visual. “Só não coloquei a amarela para não confundir com a camisa do Criciúma”, limitou-se a dizer.

As críticas do goleiro ao uniforme elaborado pela fornecedora de material esportivo do Corinthians geraram mal-estar nos bastidores do clube. Na semana passada, o vice-presidente de marketing Luís Paulo Rosenberg classificou como “fofoca” a insatisfação e assegurou que Felipe estava “muito feliz de amarelo”.

Felipe está conformado. Como funcionário do Corinthians, ele diz que acatará as ordens da diretoria. Também cansou de criar polêmicas. “Não vou comentar nada sobre o uniforme do Criciúma porque já vão dizer que estou falando mal deles”, aprendeu a lição, de cara amarrada.

Leia também:
Para não ser chamado de “lombada”, Felipe rejeita camisa amarela (17/07/2008)
Rosenberg garante: Corinthians voltará a vestir roxo (28/07/2008)


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo