iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/08 - 17:30

Wellington pede calma para evitar queda do ‘azarado’ Náutico

O jogador, no entanto, acredita na reabilitação da equipe, que não pode se desesperar no momento complicado

Gazeta Esportiva

A sete jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Náutico está com azar. Ou pelo menos essa é a opinião do atacante Wellington, que culpou a falta de sorte nas finalizações para a derrota do Timbu deste sábado, por 2 a 1 para o Figueirense no Estádio dos Aflitos.

O jogador, no entanto, acredita na reabilitação da equipe, que não pode se desesperar no momento complicado.

“O nosso time está trabalhando e criando as chances, mas infelizmente a bola não está entrando”, comentou Wellington. “No jogo de hoje (sábado) isso ficou bem claro. O Figueirense chegou duas vezes e fez dois gols, enquanto a gente chegou umas dez ou 15 vezes e não conseguiu concluir”, acrescentou.

O atacante do Timbu, no entanto, acredita que é possível reverter a péssima fase em que a equipe se encontra. A última vitória do Alvirrubro aconteceu em 9 de julho, pela décima rodada, quando aplicou 2 a 1 no São Paulo em Pernambuco. Desde então, foram seis derrotas e um empate.

Motivo de preocupação? Para Wellington, a resposta é não. “A sorte vai voltar para o nosso lado. Temos é que ter equilíbrio, pois não podemos entrar em desespero. Ainda temos todo o segundo turno para trabalhar e colocar a cabeça no lugar”, aconselhou.

Com 18 pontos, o Náutico é apenas o 15º colocado do Campeonato Brasileiro e aparece a apenas um ponto da zona de rebaixamento, que tem Atlético-PR e Santos com 17 pontos. As duas equipes, assim como o Atlético-MG (16º) atuam em casa aidna este domingo e podem deixar o Timbu entre os quatro piores no Nacional.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo