iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/08 - 20:16

Com show de Keirrison, Coritiba mantém Santos na zona de degola

Atacante marcou os três gols do Coxa no duelo, Maikon Leite diminuiu para o time da Vila

Gazeta Esportiva

SANTOS - O Coritiba conseguiu sua segunda vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro ao vencer o Santos neste domingo por 3 a 1, em plena Vila Belmiro. Com o resultado, o time paulista se complica na tabela e segue na zona de rebaixamento, enquanto o Coxa é o sétimo colocado com 26 pontos. Veja os gols no player ao lado>

A partida deste domingo teve um show do atacante Keirrison, que marcou os três gols do Coritiba e chegou a sete na competição. Pelo lado do Santos, mais uma vez o jovem Maikon Leite, que completou 20 anos, foi o melhor jogador e autor do único gol do time praiano.

O Santos, 18º colocado com 17 pontos, tenta sair da zona de rebaixamento cotra o Atlético-MG, em casa, na próxima quarta-feira, mesmo dia em que o Coritiba vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco.

O Jogo: Sem Fabiano Eller, suspenso, o técnico Cuca optou por escalar três zagueiros, com Vinícius começando no time titular. Antes do início da partida, o treinador santista afirmou que o Coritiba jogaria na contra-ataque, mas não foi bem isto que se viu nos primeiros 20 minutos.

O Coxa tomou a iniciativa e ofereceu o primeiro lance de perigo. Logo a um minuto de jogo, Carlinhos Paraíba arriscou de longe e a zaga santista conseguiu desviar a trajetória da bola.

O mesmo Carlinho Paraíba, em cobrança de falta, rolou para Rodrigo Mancha bater com perigo, exigindo uma boa defesa de Douglas. O goleiro santista voltaria a aparecer ao defender com segurança um chute de Rodrigo Hefnner.

Apoiado pela sua torcida, que comparecia em bom número, o Santos tentava chegar ao ataque, mas era o Coritiba que criava as melhores chances. O goleiro Douglas, ao tentar afastar um lançamento, furou e Dionísio salvou o Santos, afastando o perigo.

O time paranaense era melhor no jogo e não demorou para abrir o placar. Aos 15 minutos, Keirrison sofreu falta, que ele mesmo cobrou e fez Coxa 1 a 0.

Apesar do gol, a torcida do Santos continuou apoiando o time, entoando cantos de “Santos é o time da virada”.

Contudo, mais uma vez foi o Coritiba que chegou com perigo e quase ampliou. Carlinhos Paraíba foi lançado e tocou na saída de Douglas, mas a bola acabou indo para fora, para o desespero da torcida santista.

O Santos, porém, deu a resposta logo em seguida. Maikon Leite fez boa jogada pela esquerda e bateu. Na sobra, Molina, livre, isolou a bola, perdendo a chance do empate.

Apesar do gol perdido, o lance serviu para botar fogo na partida. Maikon Leite, o jogador santista que mais buscava o jogo, fez um linda jogada, cortando um zagueiro e chutando na trave. No rebote, a bola sobrou para Kleber que cruzou para Kléber Pereira cabecear com muito perigo.

O Santos começou a chegar mais no ataque, principalmente nas jogadas de bola parada e explorando a velocidade de Maikon Leite.

Após um momento de forte pressão, contudo, o time santista voltou a diminuir o ritmo, o que irritava sua torcida e o próprio técnico Cuca, que sacou Michael e colocou Wesley. A alteração não surtiu muito efeito nos minutos finais do primeiro tempo e o Coritiba terminou a etapa inicial na frente.

Para o segundo tempo, o Santos veio com Lima no lugar de Molina, lesionado, e Quiñonez na vaga de Apodi. E foi o equatoriano o responsável pelo primeiro lance de perigo da etapa final, ao exigir grande defesa de Edson Bastos.

O lance animou o Santos que quase conseguiu o empate em uma cabeçada de Lima. Apesar deste ímpeto inicial, o time praiano diminuiu o ritmo novamente e ficava exposto aos contra-ataques do Coxa, que teve seu técnico, Dorival Júnior, expulso por reclamação.

O Santos voltaria a crescer no jogo e a oferecer perigo aos 14 minutos, quando Lima soltou uma bomba, exigindo grande defesa de Edson Bastos.

Aos 20 minutos, Kleber levantou na área e Domingos perdeu a chance de empatar. Como quem não faz toma, o Coritiba acabou castigando o Santos e ampliou o marcador.

Aos 23 minutos, em um rápido contra-ataque, Rubens Cardoso bateu, Douglas rebateu e novamente Keirrison marcou para o Coxa.

O Santos tratou de não se abalar com o segundo gol sofrido e diminui logo em seguida, mais precisamente aos 26 minutos. Maikon Leite, que completava 20 anos neste domingo, limpou dois adversários e bateu. A bola desviou no zagueiro Nenê e matou o goleiro Edson Bastos, colocando o time da casa no jogo novamente.

Aos 32 minutos, Kléber Pereira recebeu e soltou uma bomba. Mais umz vez Edson Bastos apareceu bem e evitou o empate santista.

Contudo, mais uma vez o Santos teve sua reação brecada por Keirrison, que, aos 35 minutos, aproveitou cruzamento da direita e uma falha de Douglas, cabeceando para fazer o terceiro gol do Coritiba, o seu terceiro na patida.

Com o placar de 3 a 1, o Coxa acabou com qualquer chance de reação do Santos no jogo, para o desespero dos torcedores na Vila Belmiro, que passaram a vaiar o time.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 1 x 3 CORITIBA  (Veja como foi o jogo lance a lance) 

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 03 de agosto de 2008, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Público: 10.261 pagantes
Renda: R$ 98.220
Árbitro: Pablo dos Santos (RJ)
Assistentes: Marcelo Fonseca Duarte e Márcio Eustáquio S. Santiago (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Rodrigo Heffner e Alê (Coritiba), Dionísio Wesley (Santos)

Gol:
CORITIBA: Keirrison, aos 15 minutos do primeiro tempo; Keirrison aos 23 e aos 35 minutos do segundo tempo
SANTOS: Maikon Leite, aos 26 minutos do segundo tempo

SANTOS: Douglas; Marcelo, Domingos e Vinícius; Apodi (Quiñonez), Dionísio, Michael (Wesley) e Molina (Lima), Kleber; Kléber Pereira e Maikon Leite.
Técnico: Cuca

Coritiba: Édson Bastos; Maurício, Nenê e Rodrigo Mancha; Rodrigo Heffner (Arílton), Rubens Cardoso, Carlinhos Paraíba (Ricardinho), Alê e João Henrique (Hugo); Guaru e Keirrison.
Técnico: Dorival Junior

Leia também:


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo