iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/08 - 21:01

Paulo César Gusmão é absolvido pelo STJD
O treinador foi expulso na partida contra o Fluminense, no dia 9 de julho

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - O técnico Paulo César Gusmão, do Figueirense, foi absolvido nesta sexta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Em decisão tomada no Rio de Janeiro, o tribunal o inocentou com unanimidade de todas as acusações.

O treinador foi expulso na partida contra o Fluminense, no dia 9 de julho, e havia sido enquadrado nos artigos 188, e 274, do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva).

Segundo a súmula do jogo, PC Gusmão invadiu o campo no momento em que sua equipe sofreu o gol, e foi expulso aos 41 minutos do segundo tempo. A invasão acarretou na denúncia no artigo 274 (Invadir local destinado à equipe de arbitragem, ou à partida, prova ou equivalente, durante sua realização, inclusive no intervalo regulamentar ou nele ingressar sem a necessária autorização) e podia suspender o treinador de 120 a 720 dias.

Ao sair de campo, embora não tenha dirigido uma palavra à arbitragem, PC Gusmão bateu palmas e sorriu ironicamente. O juiz interpretou o gesto como uma ofensa e o denunciou no artigo 188 (Manifestar-se de forma desrespeitosa, ou ofensiva, contra membros do Conselho Nacional de Esporte (CNE); dos poderes das entidades desportivas ou da Justiça Desportiva, e contra árbitro ou auxiliar em razão de suas atribuições, ou ameaçá-los). Em sua defesa, o treinador alegou que bateu palmas para motivar seus jogadores.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo