iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/08 - 20:41

Lusa tenta afundar o Goiás para esquecer a zona da degola

Após complicar ainda mais o Flu, a Portuguesa tenta repetir a mesma boa atuação contra o Goiás

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Apesar de ter deixado a zona de rebaixamento com a vitória sobre o Fluminense, a Portuguesa terá pela frente outro ‘jogo de seis pontos’ para afastar de vez o perigo.

Neste sábado, às 18h10 (de Brasília), a equipe vai até Goiânia, no Estádio Serra Dourada, para enfrentar o desesperado Goiás, que é 18º colocado e ainda luta para deixar as últimas posições.

Depois de afundar o Fluminense com vitória por 3 a 1, novamente a Lusa pega um time em difícil situação no Brasileirão. Apesar disso, a equipe não pode vacilar, já que a diferença para o Goiás é de dois pontos: uma derrota e o time fica novamente para trás. Assim, o técnico Valdir Espinosa quer que o elenco entre em campo com o mesmo espírito apresentado diante dos cariocas.

“Nada acontece por acaso. Treino minhas equipes para jogar bem, pois, quando isso acontece, a vitória se torna conseqüência. É com esse pensamento que vamos enfrentar o Goiás”, afirmou o treinador, que comemora a volta de dois importantes jogadores: o atacante Diogo e o meia Edno, que se ausentaram do último confronto por suspensão.

“É bem melhor você voltar ao time após uma vitória. Espero ter um bom retorno e ajudar a Lusa a sair com a vitória”, disse Diogo, que se mostra preparado para voltar aos gramados: “Estamos jogando diferente e passamos a atuar com um homem a mais no ataque, mas sabemos que também temos a responsabilidade de ajudar na marcação”.

Assim, a Lusa volta a atuar com três atacantes, enquanto o desfalque fica por conta do volante Carlos Alberto. A partida ainda será a 100ª do meia Preto com a camisa rubro-verde e, da mesma maneira como aconteceu com Diogo no jogo contra o Flamengo, o jogador entrará em campo com a numeração 100 nas costas no próximo jogo no Canindé.

Já o Goiás jogará em casa para quebrar a seqüência de duas derrotas seguidas que colocou a equipe novamente na zona de rebaixamento do nacional. Para o confronto, o técnico Hélio dos Anjos não poderá utilizar o zagueiro Ernando, expulso na partida contra o Botafogo.

Assim, o comandante deve mudar o esquema da equipe, deixando de atuar com três zagueiros para promover duas estréias e enquadrar a equipe no 4-4-2. João Paulo entra pela primeira vez para completar o setor defensivo, fazendo dupla de zaga com Henrique, enquanto Fahel completa o trio de volantes da equipe, com Ramalho e Fernando.

Felipe deve ser o armador no meio-de-campo, deixando o veterano Paulo Baier no banco de reservas. Já Romerito, que reclamou durante a semana dizendo atuar em uma posição na qual não se sente a vontade, será adiantado para o ataque, atuando ao lado de Iarley.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS X PORTUGUESA


Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 2 de agosto de 2008, sábado
Horário: 18h20 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa-SC)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Luis Alberto Kallenberger (SC)

GOIÁS: Halei; Vítor, Henrique, João Paulo e Júlio César; Fahel, Fernando, Ramalho e Felipe; Romerito e Iarley
Técnico: Hélio dos Anjos

PORTUGUESA: Sérgio; Patrício, Bruno Rodrigo, Ediglê e Bruno Recife; Gavilán, Wilton Goiano e Preto; Jonas, Washington e Diogo.
Técnico: Valdir Espinosa


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo