iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/08 - 22:13

Irritado com bronca, Edmundo pode deixar o Vasco
Veterano atacante não gostou da forma como foi repreendido pelo presidente Roberto Dinamite diante do time

Redação iG Esporte

RIO DE JANEIRO - Apesar da goleada por 6 a 1 sobre o Atlético-MG, nesta quinta-feira em São Januário, a paz está bem longe do Vasco. O capitão Edmundo, que criticou as ausências de Morais (abandono de concentração), Jean e Leandro Bonfim (machucados) após a partida, foi repreendido pelo presidente Roberto Dinamite nesta sexta, não gostou e pode pedir a rescisão do contrato.

O dirigente esteve no Vasco-Barra, onde conversou com o grupo cruzmaltino. Na pauta, Roberto cobrou mais união para tentar levar o time para longe da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

“Não é A, B ou C. Estamos trabalhando para ver o Vasco forte. E não estou falando do Edmundo. Ou todo munto se junta, ou vamos ter que ficar apagando incêndio. E acho que não é isso que ninguém quer aqui”, afirmou Dinamite.

O presidente do Vasco, no entanto, defendeu Jean e Leandro Bomfim, acusados por Edmundo de simularem lesão para não enfrentar o Atlético-MG, na última quinta-feira. Os dois, assim como o volante Jonílson, estavam entregues ao departamento médico.

“Acho que foi uma declaração impensada do Edmundo, uma coisa que não soma nada para a gente. Tenho laudos médicos que comprovam que os três jogadores estavam machucados”, assegurou Roberto Dinamite.

O Animal retrucou cordialmente afirmando que, por tudo que já deu ao Vasco, não poderia ser tratado daquela forma na frente de todos. O presidente não se calou e afirmou que podia falar o que quisesse, principalmente pelo cargo que ocupa.

Tal atitude deixou Edmundo chateado. Ele teria revelado a amigos que não quer levar a culpa de um possível rebaixamento à Série B, nem ajudar o dirigente a brilhar em sua primeira gestão.

Enquanto isso, o meia Morais não apareceu para treinar na tarde desta sexta-feira, apesar da reunião realizada pela manhã, quando os dirigentes decidiram perdoar o jogador por ter se recusado a enfrentar o Atlético-MG.


Leia mais sobre: Edmundo Vasco

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm/Divulgação

Fera ferida
O Animal não gostou das palavras de Dinamite em relação à sua atitude após a partida de quinta

Topo