iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/08 - 11:44

Hora do pesadelo para os belgas
Derrota em casa e sorteio desastroso: grupos da LC ficam mais longe para belgas

Trivela.com

Quem acompanha a Liga dos Campeões se acostumou a ver o Anderlecht na fase de grupos. Normalmente, os Mauves vão lá, perdem os seis jogos e se despedem sem incomodar ninguém. Mas quase sempre marcam presença. Este ano, no entanto, a campanha européia da equipe corre o risco de ter um fim prematuro.

No jogo de ida da segunda fase preliminar da LC, o Anderlecht conseguiu ser derrotado em casa por 2 a 1 pelo BATE Borisov, de Belarus. Para evitar a eliminação, na próxima semana, o time dirigido por Ariël Jacobs terá de marcar pelo menos duas vezes no campo do adversário.

O vexame em Bruxelas foi tão grande que nem as ausências dos argentinos Pareja e Frutos – o primeiro convocado para as Olimpíadas, o segundo lesionado – servem como atenuantes. O recém-contratado atacante brasileiro Rubenílson 'Kanu', emprestado pelo Grêmio Barueri, teve fraca atuação, mas o fator preponderante para a derrota foi a atuação desastrosa do lateral-direito Wasilewski.

Em uma noite que não ficou devendo em nada à dos 5 a 0 sofridos diante do Bayern de Munique na última Copa Uefa, o polonês errou praticamente todos os lances de que participou, além de cometer um pênalti infantil e ser expulso aos 24 minutos do segundo tempo, quando o Anderlecht havia acabado de fazer 1 a 0. Foi o impulso de que o Borisov precisava para buscar a virada diante de um público atônito no estádio Constant Vanden Stock.

No clube, ninguém fez muita questão de esconder a insatisfação com Wasilewski. O diretor de futebol Herman Van Holsbeeck exigiu que ele aprenda francês em três meses, para se comunicar melhor com os companheiros e a comissão técnica. Jacobs até ironizou a dificuldade do defensor, lembrando que ele tem boas atuações na seleção polonesa: 'Leo Beenhakker (técnico da Polônia) domina o polonês, eu não'.

A nota positiva para os Mauves foi a boa atuação do meia argentino Hernán Losada, ex-Germinal Beerschot. Losada teve boa movimentação e participou da jogada do gol, marcado por Guillaume Gillet.

O time tem poucos dias para juntar os cacos, analisar os erros e buscar a classificação, que lhe daria o direito de enfrentar o Levski Sofia por um lugar na fase de grupos. Do contrário, assistirá ao restante das competições européias pela televisão, repetindo o fiasco de 1995, quando caiu na preliminar da LC diante do Ferencvaros, da Hungria.

Sorteio cruel

O Standard Liège já sabia que teria uma tarefa difícil na terceira fase preliminar da Liga dos Campeões, pois não aparecia entre os cabeças-de-chave no sorteio. De qualquer forma, o Liverpool é um dos piores adversários que poderia calhar. Cinco vezes campeões, os Reds dificilmente darão chances ao campeão belga.

O time chegará para a primeira partida, em casa, com pouco tempo de trabalho sob o comando de Laszlo Bölöni, substituto de Michel Preud'homme.

Para piorar a situação, o Standard tem os desfalques dos 'olímpicos' Fellaini e Mulemo, ambos figuras importantes para o fim do jejum de 25 anos na Jupiler League.

Eliminar o Liverpool seria um feito histórico, mas é altamente improvável. Assim, os Rouches devem estar no sorteio da primeira fase da Copa Uefa, dia 29 de agosto.

Holanda pronta

'Makaay é um verdadeiro matador, e Babel é muito perigoso quando tem espaço. Com dois jogadores assim, é como ter três'. Assim avaliou o técnico da seleção olímpica da Holanda, Foppe de Haan, após a vitória por 2 a 0 sobre Camarões pelo torneio preparatório de Hong Kong.

De Haan começou com Sibon e Drenthe no trio de ataque ao lado de Makaay, mas foi após a entrada de Babel no segundo tempo que a Jong Oranje mostrou seu melhor futebol. No primeiro gol, passe de Makaay e gol de Babel. No segundo, funções invertidas: gol do veterano jogador do Feyenoord, em jogada do atacante do Liverpool.

Neste sábado, a Holanda mede forças com a Costa do Marfim, em uma possível prévia das quartas-de-final, considerando que os marfinenses têm tudo para terminar em segundo lugar no grupo A, atrás da Argentina.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo