iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/08 - 11:41

Chelsea segue atrás de Robinho e pode tentar Diego
O Chelsea cogita oferecer até 25 milhões de libras (R$ 77 milhões) ao Werder para contar com o futebol de Diego

Gazeta Esportiva

LONDRES (Inglaterra) - Diego e Robinho podem reeditar no Chelsea a dupla de sucesso que fizeram no Santos. Nesta sexta-feira, a diretoria do clube londrino confirmou que não desistiu da contratação do atacante do Real Madrid. Enquanto isso, o nome do meia do Werder Bremen surge na imprensa inglesa como novo alvo da diretoria dos Blues.

No caso de Robinho, o diretor-geral Peter Kenyon afirmou ao site oficial do clube que as conversas seguem. ''As negociações não progrediram nos dois últimos dias, mas temos até o fim de agosto para resolver isso. É muito tempo. A chave nessa negociação é o fato de que o Real Madrid ainda busca um substituto para Robinho. Por enquanto, é isso que esquenta as discussões'', avaliou.

Já em relação a Diego, o jornal Daily Star publica que o Chelsea cogita oferecer até 25 milhões de libras (R$ 77 milhões) ao Werder para contar com o futebol do meia, que está com a seleção olímpica na Ásia. O jogador já despertou a cobiça da Juventus e do Real Madrid, mas tem contrato renovado com os alemães e dificilmente trocará de time.

Ele fica: Depois de receber elogios do brasileiro Luiz Felipe Scolari, o atacante Didier Drogba deve ficar no Chelsea, apesar de já ter admitido a vontade de se transferir. O Barcelona estaria interessado em sua contratação.

''Está fora de cogitações a transferência de Didier. Ele se recupera de lesão e vai continuar no Chelsea'', garantiu Peter Kenyon. Companheiro de Drogba na seleção, o marfinense Touré, do Barça, esquentou os boatos recentemente ao declarar que o colega quer ir para o time catalão.


Leia mais sobre: Diego Robinho Chelsea

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Diego e Robinho juntos?
Chelsea quer reeditar a dupla que fez muito sucesso no Santos no começo do século

Topo