iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

31/07 - 23:25

Edmundo critica Morais, torcida e ‘corpo mole’ de jogadores
O veterano criticou a torcida vascaína, o meia Morais, e dois jogadores que não atuaram por estarem no departamento médico

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Mesmo depois de conseguir a segunda maior goleada do Campeonato Brasileiro, ao atropelar o Atlético Mineiro, o clima não se abrandou no Vasco da Gama. Após a vitória de 6 a 1, na noite desta quinta-feira, em São Januário, o atacante Edmundo disparou para todos os lados.

O veterano criticou ao mesmo tempo a torcida vascaína, o meia Morais, e dois jogadores que não atuaram por estarem no departamento médico, Leandro Bomfim e Jean.

Irritado mesmo depois do resultado que garantiria uma tranqüilidade extra ao técnico Antônio Lopes no comando técnico vascaíno, Edmundo reclamou muito dos torcedores que perseguiram Morais, mas também não poupou a atitude do meia, que abandonou a concentração da equipe alvinegra.

“O Vasco vai sempre jogar com 11, independente de quem esteja aqui ou não. É lamentável que uma pessoa não possa trabalhar por uma pressão psicológica de outra pessoas. Mas esses torcedores não representam a grandeza do Vasco, vieram protestar muito mais para aparecer na televisão do que pra fazer uma coisa positiva”, disparou.

Muito criticado por setores da torcida do Vasco, Morais não pediu autorização da comissão técnica ou dos dirigentes para tomar tal decisão e chegou a pensar em deixar o Rio de Janeiro rumo a Maceió, sua cidade natal.

“Foi lamentável que o Morais tenha tomado essa atitude. O tempo todo eu falei com ele, que estaríamos junto dele, daríamos moral, e que ele ia dar a volta por cima. Ele vai ficar com uma imagem negativa, de quem abandonou a concentração, mas o futebol é assim mesmo. Se estivesse aqui talvez tivesse feito gols, uma grande partida, e as pessoas iam aplaudir”, comentou.

Como se não bastasse a polêmica com os torcedores, Edmundo ainda acusou jogadores do elenco de estarem fazendo corpo mole. “Tem jogador que não quer ter responsabilidade, que finge que está machucado, como o Leandro Bomfim e o Jean. Eu sei que isso vai dar problema, mas tudo bem”, finalizou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo