iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

31/07 - 16:16

Após gol, Ramon comemora fim da ‘desconfiança’

"Quando saía do time, era o treinador que decidia e tenho que aceitar sempre e buscar melhorar", disse

Gazeta Esportiva

SALVADOR - Autor do gol da virada do Vitória sobre o Atlético-PR na última quarta-feira, que deixou o time baiano na segunda colocação do Campeonato Brasileiro, o meia Ramon comemorou o fato de ter jogado os noventa minutos, superando a desconfiança de que, devido aos seus 36 anos, já não tinha preparo físico para suportar uma partida inteira.

“Foi uma emoção muito forte. Deus foi bom demais comigo, pois deu a oportunidade de fazer um gol depois de um jogo desgastante, com muita marcação e movimentação forte. Assim, a dúvida de que eu poderia não suportar mais foi por água abaixo. Estou bem, firme e em condição de poder ajudar o Vitória”, apontou o meia, que retornou ao time baiano neste ano.

Ramon ainda aproveitou para explicar que sempre que foi substituído nos jogos da Vitória, a alteração aconteceu por opção do técnico Vagner Mancini, com quem o meia garante ter uma boa relação.

“Quando saía do time, era o treinador que decidia e tenho que aceitar sempre e buscar melhorar. Mancini tem sido muito correto comigo e quero ajudar”, explicou Ramon, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Furacão e não enfrenta o Grêmio no próximo domingo, em Porto Alegre.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo