iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/07 - 21:38

Vitória marca no fim e bate Atlético-PR de virada

Ramón marcou aos 43 da segunda etapa o gol que deu a vitória ao rubro-negro baiano por 2 a 1

Gazeta Esportiva

SALVADOR - O Vitória virou para cima do Atlético Paranaense e venceu por 2 a 1 no Barradão nesta quarta-feira, depois de sair perdendo o primeiro tempo com um gol olímpico do adversário.

Com o resultado, o time baiano continua no G-4 e pode terminar a rodada na segunda colocação. Já o Rubro-negro paranaense continua perigosamente próximo à zona de rebaixamento, com 17 pontos ganhos.

Depois de muita festa da torcida baiana, a partida começou em alta velocidade, com os dois times tentando tomar para si as ações no campo ofensivo. Aos quatro minutos, Renan tentou puxar contra-ataque, mas foi parado pela defesa do time da casa. Aos oito, Nei cobrou falta na área, mas Ney saiu do gol para afastar. A primeira boa chance aconteceu aos 12 minutos, em cobrança de falta de Ramón, que bateu na trave e voltou para Galatto.

O jogo era equilibrado até os 15 minutos, quando o Vitória começou a pressionar – principalmente em jogadas de bola parada criadas por Ramón, como aos 22 minutos, quando cobrou falta para defesa de Galatto. O goleiro atleticano se destacava com boas defesas. Aos 30 minutos, Renan arriscou de longe e o goleiro apareceu para espalmar pela linha de fundo e salvar mais uma vez.

O Furacão respondeu aos 32 minutos com Pedro Oldoni, que invadiu a área e bateu para defesa de Ney. Mas, aos 38 minutos, em um lance raro, Nei cobrou escanteio, a bola bateu na trave e foi para o fundo das redes, em gol olímpico. Os baianos quase responderam imediatamente com William, que bateu forte de fora da área e acertou a trave.

Na segunda etapa, o time da casa partiu para cima tentando empatar. Aos três minutos, depois de cruzamento, Adriano desviou e Galatto fez grande defesa. Aos cinco minutos, pressão total do rubro-negro baiano – até que, aos sete minutos, depois de mais uma defesa do camisa um atleticano, a bola sobrou para Marquinhos, que mandou para o fundo do gol e deixou tudo igual no placar.

O jogo era bem disputado e o Furacão quase ficou novamente na frente no placar aos 11 minutos, quando Marcelo Cordeiro desviou contra o próprio patrimônio e quase marcou contra. Aos 19 minutos, Marco Antônio cobrou escanteio e a zaga conseguiu afastar. Na resposta, aos 22 minutos, Ferreira recebeu lançamento, dividiu com Ney e, no rebote, tocou para fora. Aos 27 minutos, Pimba tocou de cabeça no cantinho e o goleiro baiano fez a defesa.

Seguro na defesa, o Atlético segurava a pressão e ainda conseguia abrir bons ataques, deixando o resultado aberto. Aos 34 minutos, Muriqui, tentando mostrar serviço, entrou em velocidade na área, mas ficou sem a bola. O Vitória partiu para uma última pressão e se deu bem. Aos 43 minutos, Ramón, recebeu cruzamento de Rafael e bateu para o fundo das redes para garantir a virada.

Na próxima rodada, o Vitória vai ao Rio Grande do Sul onde, no domingo, enfrenta o Grêmio, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. Já o Atlético Paranaense volta para Curitiba, onde no mesmo dia recebe o Botafogo, na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 2 x 1 ATLÉTICO-PR
  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 30 de julho de 2008, quarta-feira
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Willian Marcelo Souza Nery (RJ)
Assistentes: Erich Bandeira (Fifa-PE) e Jackson Lourenço Massarra Dos Santos (RJ)
Cartões amarelos: Leonardo Silva, Williams, Ramón (VIT); Ferreira, Antônio Carlos, Danilo e Anderson Aquino (ATP)
Gols:
VITÓRIA: Marquinhos, aos 07 minutos e Ramón, aos 43 minutos do segundo tempo.
ATLÉTICO-PR: Nei, aos 38 minutos do primeiro tempo

VITÓRIA: Ney; Rafael, Anderson Martins, Leonardo Silva e Marcelo Cordeiro; Vanderson (Marco Antônio), Renan, Willians (Ricardinho) e Ramon; Adriano (Muriqui) e Marquinhos
Técnico: Vagner Mancini

ATLÉTICO-PR: Galatto; Antônio Carlos, Rhodolfo e Danilo; Nei, Alan Bahia, Renan, Ferreira e Chico; Pedro Oldoni (Gabriel Pimba) e Anderson Aquino (Thiago Henrique)
Técnico: Roberto Fernandes


Leia mais sobre: Vitória Atlético-PR Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

No finalzinho
O veterano Ramón marcou aos 43 o gol da vitória, que pode colocar os baianos em 2º na tabela

Topo