iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/07 - 22:57

Renato Gaúcho lamenta: “Milagre eu não faço”

“Que nós podíamos acabar na vice-lanterna nós já sabíamos, mas eu não posso fazer nada. O que está sob o meu controle, eu fiz", disse

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Visivelmente irritado com a apatia dos jogadores do Fluminense no segundo tempo da derrota por 3 a 1 para a Portuguesa, nesta quarta-feira, no Estádio do Canindé, o técnico tricolor Renato Gaúcho deixou o campo soltando para todo os lados, criticando tanto os atletas que comanda quanto a diretoria do clube das Laranjeiras.

O Fluminense vive uma incômoda situação na tabela do Campeonato Brasileiro, estando na vice-lanterna da competição e podendo terminar a rodada como último colocado, caso o Ipatinga vença sua partida, nesta quinta-feira.

“Que nós podíamos acabar na vice-lanterna nós já sabíamos, mas eu não posso fazer nada. O que está sob o meu controle, eu fiz. Agora só posso esperar por reforços, porque milagre eu não faço”, disparou Renato.

Ao contrário de Renato, o atacante Dodô, que entrou no segundo tempo para tentar diminuir para o Fluminense, procurou se afastar a polêmica quando indagado se achava justa a perda de sua vaga no time titular. “Nós entramos para ajudar, sempre. A gente fica chateado em ficar no banco, mas eu não estava jogando bem mesmo”, comentou.

Seguindo orientações de Renato Gaúcho, o Tricolor das Laranjeiras havia relegado o Brasileirão ao segundo plano quando ainda era um dos postulantes ao título da Copa Libertadores da América deste ano.

Desde que o clube carioca perdeu a decisão do torneio continental para a equipe equatoriana LDU, no entanto, não vem conseguindo retomar seu bom futebol na competição nacional, onde é um dos candidatos ao descenso para a Série B.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo