iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/07 - 22:32

De virada, Lusa vence Flu e se afasta da zona de degola

Com a derrota, caso o Ipatinga pontue na partida de amanhã, o time carioca novamente ocupará a lanterna do campeonato

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - De virada, Lusa vence Flu e se afasta da zona de degola Fluminense leva virada da Lusa e segue como vice-lanterna Em uma briga direta contra as últimas posições da tabela do Campeonato Brasileiro, Portuguesa e Fluminense se enfrentaram na noite desta quarta-feira, no Estádio do Canindé. Veja os gols no player ao lado>>

Mesmo sofrendo o primeiro gol, a Lusa conseguiu virar e impor uma vitória de 3 a 1 sobre o time de Renato Gaúcho, vice-lanterna do torneio.

Com os três pontos adicionais, O time comandado por Valdir Espinosa conseguiu subir cinco posições, e agora é o 12º colocado, com 19 pontos. O Fluminense, por outro lado, está a frente somente do Ipatinga, com 13 pontos, na 19ª posição.

Entrando com uma atitude mais ofensiva em campo, logo aos seis minutos a Portuguesa já teria a primeira grande chance do jogo, quando a equipe paulista teve uma falta a seu favor na parte intermediária no campo.

O goleiro Fernando Henrique não segurou a cobrança e soltou a bola nos pés de Washington, que chutou à queima-roupa. O arqueiro tricolor, ausente nos últimos três jogos por conta de um estiramento na coxa direita, conseguiu operar um milagre e desviar a bola para o escanteio, salvando o time carioca.

Apesar da pressão inicial da Portuguesa, seria o Fluminense que abriria o placar no Canindé. Aos 19 minutos, o argentino Conca serpenteou entre dois marcadores, tabelou com Washington e, com um belo chute, completou para o gol, no ângulo direito do goleiro Sérgio. Um golaço.

A equipe de Valdir Espinosa, no entanto, não se abateria e, pouco depois, aos 28 minutos, retomaria a igualdade no marcador, quando Jonas chegou na área com uma troca de passes e recebeu uma bola alta. Sem titubear, o jogador deu de voleio e marcou mais um belo gol no Canindé.

Pouco depois, a equipe dirigida por Renato Gaúcho perderia Tartá, que acabara de levar perigo em chute cruzado dirigido à meta de Sérgio. O jogador tricolor cometeu falta pesada e levou o segundo cartão amarelo, deixando o Flu com dez em campo.

Já no segundo tempo, a Portuguesa entrou mais agressiva e não deu chances para a equipe carioca partir para o ataque, empurrando-a para a defesa. Logo aos 11 minutos, a pressão da Lusa surtiria resultado, quando Washington protegeu a bola e soltou para Preto que, da entrada da área, soltou uma pancada para colocar o time paulista na frente. Como se já não bastasse a apatia do seu elenco na etapa complementar e o segundo gol da Portuguesa, o Fluminense ainda perderia mais um jogador. Aos 13 minutos, o atacante tricolor deixou o cotovelo do seu homônimo luso, e o árbitro Alicio Pena Júnior não teve dúvidas em deixar o time carioca com nove em campo.

A Lusa ainda conseguiria aumentar a diferença no marcador aos 40 minutos, altura em que o Fluminense sequer esboçava uma reação, quando Jonas apareceu bem, limpou a jogada e chutou forte no canto direito de Fernando Henrique.

O resultado seria mantido até o final, ajudando a Portuguesa, que rondava a zona de rebaixamento, a se aproximar da parte intermediária da tabela. Na próxima rodada, a equipe do Canindé volta a campo em partida contra o Goiás, fora de casa, no Serra Dourada. Já o Fluminense, desesperado, tentará sair da incômoda posição em que se encontra com uma vitória contra o Internacional, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA-SP 3 X 1 FLUMINENSE-RJ - (veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 30 de julho de 2008, quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Júnior (Fifa-MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago e Rodrigo Baeta (Ambos MG)
Cartões amarelos: Patrício, Gavilán, Carlos Alberto e Wilton Goiano (Portuguesa); Maurício e Anderson (Fluminense)
Cartões vermelhos: Tartá e Washington (Fluminense)

Gols: PORTUGUESA: Jonas, aos 27 minutos do primeiro tempo. Preto, aos 11, e Preto, aos 40 minutos do segundo tempo.
FLUMINENSE: Conca, aos 19 minutos do primeiro tempo.

PORTUGUESA: Sérgio; Patrício, Bruno Rodrigo, Ediglê e Bruno Recife (Vaguinho); Gavilán, Carlos Alberto, Wilton Goiano (Erick) e Preto; Jonas e Washington (Rogério).
Técnico: Valdir Espinosa

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Maurício, Anderson, Roger e Uendel (Dodô); Fabinho, Romeu (Somália), Arouca, Tartá e Darío Conca; Washington.
Técnico: Renato Gaúcho


Leia mais sobre: Portuguesa Fluminense Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo