iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/07 - 21:33

Cruzeiro passa bem pelo Náutico e se reafirma como candidato
Cruzeiro agora torce contra Grêmio e Flamengo nesta rodada para terminar na liderança

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O Cruzeiro goleou o Náutico na noite desta quarta-feira e assumiu, ainda que provisoriamente, a liderança do Campeonato Brasileiro. O placar de 4 a 2 foi fruto da superioridade técnica da Raposa em relação ao Timbu, que lutou bastante para evitar o placar adverso. Veja os gols no player ao lado>>

Agora, o Cruzeiro torce contra o Grêmio, que pega o Coritiba na quinta-feira, para terminar a rodada na liderança. Já o Náutico, que segue com 18 pontos, certamente perderá algumas posições até o fim da jornada.

Mesmo com os desfalques no meio-campo, o técnico Adilson Batista escalou o Cruzeiro com três volantes. Henrique, Charles e Marquinhos Paraná ficaram responsáveis pela marcação no meio, enquanto Elicarlos foi deslocado para a lateral-direita. O Náutico veio a campo com três zagueiros e dois volantes, por opção tática de Pintado.

O Cruzeiro se valeu do mando de campo e partiu para cima com tudo, para inflamar a torcida. Com menos de 20 segundos de partida, Rômulo bateu forte e rasteiro, carimbando a trave de Eduardo. O lance parece ter assustado a equipe alvirrubra, que se limitava a defender, tentando tirar os espaços do Cruzeiro.

Mesmo com a marcação apertada, o Cruzeiro conseguiu marcar. Aos 12 minutos, Guilherme recebeu a bola na intermediária, girou e, com incrível visão de jogo lançou Wagner. O meia teve apenas o trabalho de rolar na saída de Eduardo para fazer o primeiro gol da partida.

A blitz celeste continuou, aproveitando-se de um Náutico vacilante. Charles alçou bola na área e o árbitro Carlos Eugênio Simon marcou um pênalti duvidoso de Eduardo Erê em Marquinhos Paraná, na disputa pelo alto. Na primeira cobrança, Guilherme fez a paradinha e houve invasão da área. Na segunda, a bola morreu rasteira no canto direito de Eduardo.

Sem alternativa, o Timbu pôs a cabeça no lugar e tentou diminuir o ritmo do adversário. Mais tranqüilo, deu sinal de vida, partindo para o ataque. Wellington conseguiu a primeira finalização aos 21 minutos, num chute cruzado que Fábio desviou para escanteio. Na cobrança de Piauí, no minuto seguinte, o mesmo Wellington se adiantou a toda a defesa e tocou para as redes.

O gol deu confiança à equipe pernambucana, que adiantou sua linha de marcação, pressionando a saída de bola cruzeirense. A estratégia surtiu efeito e a Raposa passou a ter muita dificuldade em criar jogadas. Num contra-ataque, o Náutico quase empatou. Gilmar cruzou e Paulo Santos completou para o gol, mas foi marcado o impedimento, correto por centímetros.

Na volta do segundo tempo, o Cruzeiro voltou melhor, com um futebol consciente, e teve domínio territorial, evitando correr riscos. Presente no campo do adversário, o time mineiro foi premiado com um gol improvável. Aos 10 minutos, o volante Henrique recebeu pela direita da área, deu dois cortes em Everaldo e soltou um forte chute cruzado. Foi um belo gol, o primeiro dele com a camisa celeste.

Pintado lançou seu time mas à frente, chegando a dar algum trabalho ao goleiro Fábio, mas o Cruzeiro era mesmo superior. Aos 21, Jadílson cruzou bem e Guilherme cabeceou na trave. Pouco depois, aos 23, o atacante recebeu lançamento de Marquinhos Paraná, cortou Eduardo e rolou para fazer o quarto gol.

Mesmo com a partida praticamente perdida, o Náutico não se deu por satisfeito e continuou buscando o ataque, aproveitando os espaços deixados pelo natural relaxamento do time mineiro. O prêmio veio já no fim da partida, depois que Charles derrubou Kuki na área. Aos 43, Geraldo cobrou o pênalti no canto direito e deu números finais à partida.

No domingo, o Cruzeiro enfrenta uma prova de fogo. Vai ao Maracanã para um clássico nacional diante do Flamengo, que também luta pela ponta. Já o Náutico tem um compromisso teoricamente mais fácil. No sábado, recebe o Figueirense, no Estádio dos Aflitos.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 4 X 2 NÁUTICO - (veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 30 de julho de 2008
Horário: 19h30 (em Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa – RS)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Nilson de Souza Monção (SP)
Público: 19.209 pagantes
Renda: R$ 244.832,50
Cartões amarelos: Rômulo (Cruzeiro)

Gols: Wagner, aos 12, Guilherme, aos 16, e Wellington, aos 22 minutos do primeiro tempo; Henrique, aos 10, Guilherme, aos 23, e Geraldo, aos 43 minutos do segundo tempo.

CRUZEIRO: Fábio; Elicarlos (Camilo), Thiago Heleno, Espinoza e Jadílson; Henrique, Charles, Marquinhos Paraná e Wagner (Gerson Magrão); Guilherme e Rômulo
Técnico: Adilson Batista

NÁUTICO:: Eduardo; Negretti, Vagner e Everaldo; Eduardo Erê, Ticão, Alceu, Paulo Santos (Reinaldo) e Piauí (Geraldo); Wellington (Kuki) e Gilmar
Técnico: Pintado


Leia mais sobre: Cruzeiro Náutico Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo