iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/07 - 10:09

Sem Marcinho, o Fla foi de melhor para pior ataque
O atacante deixou a Gávea no melhor estilo, sendo um dos principais artilheiros do Brasileirão, com 7 gols

Da Redação com Footstats

SÃO PAULO - Bastaram quatro partidas desde a saída de Marcinho para o sinal de alerta ser ligado no Flamengo. O motivo: a queda na produção de gols do melhor ataque do Brasileirão, ao lado do Grêmio. Após a transferência do jogador, artilheiro rubro-negro na temporada, o clube ostenta a pior marca de gols das quatro últimas rodadas, marcando somente duas vezes.

A disparidade média de gols do clube "com-e-sem-Marcinho" é o indicador mais fiel diante da realidade do Flamengo. Com o atacante em campo, a média era acima de dois gols por partida; depois da transferência para o futebol árabe, a média caiu bruscamente para 0,50 gol por partida. 

O atacante deixou a Gávea no melhor estilo, sendo um dos principais artilheiros do Brasileirão, com 7 gols, e posicionando o Flamengo na ponta da tabela, com 5 pontos a mais que o vice-líder da época, o Cruzeiro.

De lá pra cá, o time não sabe o que é vencer e a “gordurinha” criada já foi enxugada. O técnico Caio Jr. deixa claro nas entrevistas que precisa de, no mínimo, mais dois atacantes. Ainda mais depois da saída de Souza. O primeiro a chegar foi Vandinho, artilheiro do Avaí na Série B..

Veja o retrospecto ofensivo de Vandinho nesta Série B:

Partidas disputadas: 14
Gols: 6
Finalizações: 22 certas / 26 para fora – 45,8% de aproveitamento
Assistências: 0


Leia mais sobre: Flamengo Marcinho Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

De melhor para pior
Marcinho deixou o Flamengo e a média de gols do time no Brasileirão caiu bruscamente

Topo