iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/07 - 20:25

Zé Luis adverte para perigos contra Figueirense

"Temos o objetivo de vencer, mas nem sempre dá pra esperar jogo fácil", disse o volante

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo venceu quatro de seus últimos cinco compromissos pelo Campeonato Brasileiro. Derrotou Palmeiras, Vitória, Botafogo e Portuguesa, e perdeu apenas para o Internacional no Beira-Rio.

Embalado, subiu da nona para a quinta colocação da tabela de classificação do Brasileirão, e encostou no G-4 que classifica para a Copa Libertadores da América de 2009.

Por isso, em teoria, tudo levaria a crer que o time é favorito para a partida desta quarta-feira contra o Figueirense, às 21h50 (horário de Brasília), no Orlando Scarpelli.

O time catarinense vem de uma derrota por 7 a 1 para o Grêmio em Florianópolis, além de ter empatado sem gols com o Atlético-PR na Arena da Baixada. Com 20 pontos, o Figueira é apenas o décimo colocado, somando cinco vitórias e cinco empates em 15 jogos.

A teoria, porém, é bem diferente da prática. Pelo menos é o que defende o volante Zé Luis, que pede que o São Paulo atue com seriedade no confronto desta quarta-feira, sob pena de se complicar na briga para encostar nas primeira colocações.

“Temos o objetivo de vencer, mas nem sempre dá pra esperar jogo fácil. Ninguém esperava que o Inter perdesse do Ipatinga (1 a 0), que empatou com a gente aqui (1 a 1)”, disse Zé Luis, que não acredita na possibilidade de uma nova derrota do Figueirense por goleada em seus próprios domínios.

“Cada jogo tem uma história. O Figueirense vem bem no campeonato, ali nas posições intermediárias. Acredito que, com o mando de campo, eles devam vir com tudo para tentar vencer”, projeta o polivalente volante, que atua também como zagueiro, lateral e meia do time do técnico Muricy Ramalho.

Mesmo assim, Zé Luis acredita na possibilidade de seu time atuar bem e conseguir mais uma vitória. “A gente tem feito bons jogos fora de casa – até pelas características dos nossos jogadores, que saem para marcar. No Morumbi, temos que sair e ficamos mais expostos”, explica.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo