iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/07 - 20:29

Em jogo parelho, Flamengo e Botafogo empatam no Maracanã

Empate sem gols não permite ao Fla retomar a liderança do Campeonato. O Botafogo, por sua vez, fica na 11º colocação

Gazeta Esportiva

Veja os gols da 15ª rodada do Brasileirão

RIO DE JANEIRO - Em uma partida morna no primeiro tempo e emocionante na segunda etapa, Flamengo e Botafogo empataram por zero a zero na noite deste domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

O resultado manteve o time rubro-negro na segunda colocação, com 28 pontos, um a menos do que o líder Grêmio. Já o Botafogo ficou na 11ª posição, com 19 pontos ganhos.

Foi a quarta partida do Flamengo sem vitória na competição e o time acabou o jogo vaiado por sua torcida, apesar de ter criado boas oportunidades no final do segundo tempo. Já o Botafogo teve mais volume de jogo, criou inúmeras oportunidades durante toda a partida, mas acabou pecando nas finalizações.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Palmeiras no Palestra Itália enquanto o Botafogo recebe o Goiás, no Engenhão.

Veja os melhores momentos de Botafogo 0 x Flamengo


O jogo
O Botafogo começou a partida com uma formação diferente com o meia Lúcio Flávio no banco de reservas e Jorge Henrique e Zé Carlos aberto nas extremas para impedir o avanço dos laterais Leonardo Moura e Juan. E o primeiro lance de perigo foi do Botafogo. Aos cinco minutos, Diguinho arriscou de fora da área e obrigou o goleiro Diego a uma defesa difícil.

O time do Flamengo atacava principalmente com Maxi que caía nas costas de Triguinho para puxar os contra-ataques. Já o Botafogo sentia muito a falta de Lúcio Flávio e não conseguia chegar de forma coordenada à área rubro-negra.

Aos 13 minutos, Obina foi lançado na área, mas chutou nas mãos de Castillo. Os dois times passaram a errar muitos passes e com isso, poucas vezes chegavam a incomodar as defesas adversárias. Só aos 27 minutos é que a torcida do Flamengo voltou a vibrar. Maxi penetrou pela direita e passou para Obina que, de calcanhar, deixou para Ibson concluir, mas o chute do meia foi no meio do gol, e Castillo defendeu sem problemas.

Aos 30 minutos, Carlos Alberto fez boa jogada individual e bateu por cima do travessão. Aos 33 foi a vez de Alessandro bater forte após corte da zaga rubro-negra. A bola desvia em Juan e dá um susto em Diego. O Botafogo estava mais perigoso e aos 38 minutos, Túlio tabelou com Zé Carlos e foi puxado por Juan quando estava dentro da área mas o árbitro Salvio Spínola mandou a jogada prosseguir.

O Flamengo reagiu e quase marca aos 43 minutos quando Ibson recebeu dentro da área, deu um corte em Diguinho e chutou rasteiro, mas Castillo defendeu. Já nos acréscimos, Obina perdeu a melhor chance surgida no primeiro tempo. Renato Silva falhou no corte e o atacante do Flamengo entrou na área, driblou Castillo e bateu para o gol, mas Renato Silva conseguiu desviar a bola para escanteio, evitando o primeiro gol rubro-negro.

O Botafogo voltou para o segundo tempo com Lúcio Flávio no lugar de Zé Carlos e com uma postura muito mais ofensiva. Logo aos cinco minutos, Wellington Paulista recebeu na área e chutou com perigo para o gol de Diego. Logo depois foi a vez de Carlos Alberto bater forte e a bola passar bem perto da trave de Diego. O time dirigido por Ney Franco jogava muito melhor e aos nove minutos, mesmo perseguido por Ibson, entrou na área e bateu cruzado. A bola bateu na trave esquerda de Diego e saiu. Tentando consertar sua equipe, Caio Júnior trocou Jônatas por Kléberson.

Aos 13 minutos, o Botafogo perdeu duas chances consecutivas de abrir o marcador. Na primeira, Jorge Henrique recebeu na área, driblou Diego e chutou fraco, permitindo que Fábio Luciano salvasse em cima da linha. Na seqüência, Alessandro cruzou e Jorge Henrique, livre, cabeceou em cima do goleiro Diego.

Inteiramente dominado, o Flamengo criou sua primeira grande jogada aos 30 minutos quando a zaga alvinegra bobeou e Obina cabeceou com grande perigo. O Botafogo respondeu com grande jogada de Carlos Alberto que fez ótima jogada individual e foi travado por Fábio Luciano.

Aos 34, Welington Paulista recebeu no lado esquerdo da área e bateu cruzado mas a bola bateu na trave esquerda de Diego. Logo depois, Obina concluiu de forma bisonha e foi hostilizado pela torcida do Flamengo. Aos 38 minutos, Éder foi lançado no meio da zaga,mas tocou por cima de Castillo perdendo uma grande chance para marcar.

O tume rubro-negro subiu de produção e desperdiçou outra chance quando Juan cabeceou para fora de dentro da pequena área. Aos 47 minutos, Éder fez boa jogada individual e chutou forte, mas Castillo defendeu no último lance importante da partida.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 X 0
BOTAFOGO  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 27 de julho de 2008, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Público: 35.915 pagantes
Árbitro: Sálvio Spínola (Fifa-SP)
Assistentes: Ediney Guerreiro e Ricardo Ferreira de Almeida (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Cristian e Obina (Flamengo) Triguinho e Jorge Henrique(Botafogo)

FLAMENGO: Diego, Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton, Cristian, Jônatas(Kléberson) e Ibson; Maxi(Éder) e Obina( Paulo Sérgio)
Técnico: Caio Júnior

BOTAFOGO: Castillo, Triguinho, Renato Silva e André Luís; Alessandro(Leandro Guerreiro), Túlio(Gil), Diguinho, Carlos Alberto e Zé Carlos(Lúcio Flávio); Jorge Henrique e Wellington Paulista
Técnico: Ney Franco


Leia mais sobre: Flamengo Botafogo Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Placar não mudou
Apesar de muitas chances criadas pelas duas equipes, o resultado ficou mesmo 0 x 0

Topo