iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/07 - 18:47

Dirigentes gremistas exaltam apoio da torcida

“Tenho certeza que teremos a maior média do Brasileirão, assim como acontece há quatro anos", disse o presidente

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - O apelo dos dirigentes gremistas antes do jogo valeu a pena. Neste domingo, no estádio Olímpico, 37 mil torcedores ignoraram a forte chuva que caiu sobre Porto Alegre e apoiaram o time contra o Palmeiras. O resultado, porém, não foi o esperado, e o Tricolor pode deixar a liderança do Campeonato Brasileiro por ter apenas empatado por 1 a 1.

“É preciso saldar os torcedores. Foram quase 37 mil pessoas que, mesmo embaixo desta chuva torrencial, compareceram e apoiaram a equipe”, destacou o diretor de futebol André Krieger, criticando a qualidade da partida. “O jogo não foi o que todos esperavam. Tivemos pouco futebol e muito balão, mas o resultado para nós não foi de todo ruim”, avaliou.

Assim como Krieger, o presidente Paulo Odone não se esqueceu de agradecer aos torcedores. “Tenho certeza que teremos a maior média do Brasileirão, assim como aconteceu há quatro anos. O comparativo com o Flamengo vale, eles que se dizem a maior torcida do mundo, tem o Maracanã daquele tamanho, e nós colocamos esse público aí”, vangloriou-se.

Em entrevista à rádio Gaúcha pouco depois do jogo, Odone ainda exaltou a crescente popularidade do antes criticado técnico Celso Roth com a torcida tricolor. “Acabou esse negócio de criticar o Roth. As pessoas podem até não gostar do jeitão antipático dele, meio Dom Casmurro, mas o seu trabalho é competente”, finalizou o presidente gremista.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo