iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/07 - 20:57

Caio Júnior critica ataque, mas diz confiar em Obina

Técnico rubro-negro disse que o clássico foi marcado pelas boas atuações das defesas e do goleiro

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Flamengo teve boas chances de abrir o placar no clássico contra o Botafogo, neste domingo, no Maracanã, mas a partida terminou mesmo em 0 a 0. Tanto para os jogadores do time da Gávea quanto para o técnico Caio Júnior, em consenso, o problema do time nesta tarde foi a baixa produtividade do ataque.

Para Caio Júnior, o Rubro-Negro tem grande poder de criação, mas peca na hora das finalizações. “Nosso ataque não foi bem hoje. Esse foi um jogo de grandes emoções, e as defesas e os goleiros brilharam. O problema é que não estamos conseguindo marcar”, apontou o técnico do Flamengo, que completou sua quarta partida sem vitória e viu o Grêmio terminar a rodada na liderança.

“O que nós podemos fazer é da tranqüilidade aos jogadores de ataque. Além de cuidar da reposição dos que saíram. Entraram dois jovens, Paulo Sérgio e Éder, mas infelizmente não fizemos gol”, comentou o técnico, que não culpa o atacante Obina pelo mau desempenho ofensivo do time. O jogador deixou o campo nesta tarde muito vaiado, e sua frustração era notável.

“Ele é um ser humano espetacular, principalmente como integrante do grupo, ele tem um grande carisma. Isso é normal, essa coisa das vaias, porque o torcedor é assim mesmo. Não foi uma tarde feliz para ele, mas ele tem a minha confiança”, comentou.

Para o zagueiro Fábio Luciano, que salvou uma bola em cima da linha e livrou o Fla de sofrer uma derrota como mandante, o importante é dar confiança aos jogadores do ataque. Para o defensor, o clássico foi equilibrado, com as equipes alternando o domínio do jogo, e o empate foi um resultado justo.

“A gente tem que passar tranqüilidade aos jogadores do ataque nesse momento. A bola não está entrando. Mas estamos criando, uma hora a bola vai entrar. Já o jogo de hoje foi equilibrado, não vou dizer quem mereceu a vitória porque o resultado já mostra o que foi a partida”, concluiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo