iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/07 - 21:21

Na zona de rebaixamento, Atlético-MG recebe o embalado Vitória
A torcida atleticana não anda de bem com o time, o que pode reduzir a importância do mando de campo para esta partida

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O Atlético-MG recebe o Vitória neste domingo, às 18h10 (de Brasília), no Mineirão. Na zona do rebaixamento, o Galo está pressionado para vencer antes que o fantasma tome corpo. Já o Vitória, que na previsão de muitos estaria nesta briga, navega em águas calmas na outra ponta da tabela, em terceiro lugar.

Apesar dos pesares, o Atlético-MG evita, de todas as formas, admitir que está em crise. Após a goleada de 4 a 0 para o Botafogo, o discurso era de que a equipe tinha jogado bem e que o placar elástico tinha ocorrido devido às expulsões de César Prates e Yuri. Os dois, naturalmente, cumprem automática e não enfrentam o Vitória. Outro suspenso é Márcio Araújo, com o terceiro amarelo. Em contrapartida, Petkovic está liberado.

A torcida atleticana não anda de bem com o time, o que pode reduzir a importância do mando de campo para esta partida. Na última vez em que o Galo jogou em sua casa, houve muitos protestos antes mesmo da partida. Agora, com o time em 17º e após uma goleada, a paciência da massa não deve ser das maiores.

“A torcida tem razão em ficar chateada, pois não estamos conseguindo os resultados. Mas temos de continuar trabalhando, pois uma vitória domingo já pode nos tirar da zona de rebaixamento”, espera o capitão Marcos.

Dentre as críticas dos torcedores, o principal alvo é a diretoria. Nesta sexta-feira, inclusive, membros do conselho sugeriram a renúncia ao presidente Ziza Valadares. De toda forma, o clima instável pode se somar às limitações técnicas naturais da equipe alvinegra e prejudicar o desempenho dentro das quatro linhas.

O Leão da Barra não tem nada a ver com a situação do Galo. Jogando acima do esperado, o time baiano fala em título e por este motivo tem de jogar para vencer. Para isto, vem com força quase total. Os laterais Marco Aurélio e Marcelo Cordeiro, além do volante Vanderson, estão de volta. O único desfalque fica sendo Dinei, ainda em recuperação, que vê Rodrigão jogar mais uma vez no ataque.

Com ou sem desfalques, Vagner Mancini acredita que o Vitória tem mesmo time para disputar as primeiras colocações. “Hoje o Vitória tem um elenco bom. Quando se perde um jogador, coloca-se outro do mesmo nível, e isso é importante para a seqüência no Brasileirão”, ressalta o comandante rubro-negro.

De fato, a campanha do Vitória justifica toda a euforia em torno da equipe, que subiu para a elite após terminar a última Série B na quarta posição. Conhecido pela força no Barradão, o time teve seis vitórias e duas derrotas em sua casa. Fora da Bahia, foram duas vitórias, dois empates e duas derrotas. Elogiado pela eficácia de seu veloz ataque, puxado pelos jovens meias Willans e Marquinhos, o Leão tem ainda a segunda melhor defesa do Brasileirão, ao lado do Cruzeiro, com 13 gols sofridos.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X VITÓRIA-BA

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 27 de julho, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Aparecido Donizetti Santana (PR) Moisés Aparecido de Souza (PR)

ATLÉTICO-MG: Édson; Marcos, Leandro Almeida e Vinícius; Mariano, Serginho, Francis, Petkovic e Calisto; Marques (Renan Oliveira) e Eduardo
Técnico: Alexandre Gallo

VITÓRIA: Viáfara; Marco Aurélio, Anderson Martins, Leonardo Silva e Marcelo Cordeiro; Vanderson, Renan, Willans, Ramon e Marquinhos; Rodrigão
Técnico: Vagner Mancini

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo