iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/07 - 11:00

Muricy descarta rivalidade, mas pede respeito contra Portuguesa
O histórico do São Paulo para entrar em campo neste domingo contra a Portuguesa não é nada animador. O time, que vem de derrota por 2 a 0 para o Internacional em seu último compromisso pelo Campeonato Brasileiro, acabou igualmente batido pela própria Lusa no último encontro entre os dois times – também por 2 a 0, em duelo pela fase de classificação pelo Campeonato Paulista.

Gazeta Esportiva

Os confrontos contra a Lusa, por sinal, têm sido bastante marcantes na história recente do Tricolor. Em 2005, o time perdeu a chance de garantir matematicamente a conquista invicta do título paulista graças a uma derrota por 2 a 1 para a equipe do Canindé em pleno Morumbi. Acabou conquistando posteriormente o Estadual, mas precisou adiar a festa que estava programada.

Mesmo assim, o São Paulo evita falar em rivalidade para o clássico paulistano deste domingo. “A Portuguesa é um time tradicional em São Paulo, mas não sei se há uma grande rivalidade. Eu considero um clássico. É um time que joga no erro do adversário”, afirmou o técnico Muricy Ramalho, após a reapresentação do elenco são-paulino na tarde desta sexta-feira.

O treinador lembrou ainda da importância de Vagner Benazzi na estruturação do elenco da Lusa em 2008. O treinador assumiu a equipe rubro-verde em 2006, trouxe o time de volta da Série A-2 do Campeonato Paulista e da Série B do Campeonato Brasileiro, e acabou demitido somente no começo deste Brasileirão, após uma série de tropeços.

Benazzi era o comandante da Portuguesa na derrota do São Paulo no Paulistão, e foi lembrado por Muricy. “A gente tem que falar do trabalho do Benazzi, que foi ótimo. Pegou a Portuguesa do nada e levou à primeira divisão”, disse o são-paulino, sem desmerecer o trabalho do atual técnico lusitano, Valdir Espinosa. “No Brasil, é sempre assim: um time pega um técnico e o anterior vira uma porcaria. Não é assim”, acrescentou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo