iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/07 - 13:20

Com problemas, Dinamite descarta contratações de peso este ano

Presidente do Vasco lamentou que o clube não tenha mais recursos que poderiam entrar agora

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, descartou, neste sábado, a possibilidade de contratação de reforços de peso para a atual temporada. Em um ano complicado para o clube, após conturbadas eleições, polêmica com negociação de promessas das categorias de base, disputas no clube dos 13 e troca de farpas entre dirigentes, o dirigente afirmou, em entrevista ao site Justiça Desportiva , que ainda trabalha para acertar a situação.

“Hoje não temos recursos que poderiam estar entrando. Na gestão anterior, o clube já pegou antecipadamente das cotas de televisão deste Campeonato Brasileiro e do Campeonato Carioca do ano que vem. Estamos tentando administrar os compromissos com jogadores e funcionários. Vamos tentar segurar até o fim do ano, buscar patrocínios para explorar a marca Vasco da Gama e tentar melhorar a situação o quanto antes”, revelou Dinamite.

Com a situação financeira de mau a pior, o dirigente reconheceu a dificuldade de trazer reforços de peso para reforçar o elenco comandado pelo técnico Antônio Lopes, que faz pífia campanha no Campeonato Brasileiro: é 14º colocado, com 16 pontos, apenas um acima da zona de rebaixamento. O time não vence há quatro rodadas.

“É complicado falar em reforços diante da situação financeira do clube. Nós ainda tentamos dar um apoio maior a esse time que temos para conseguirmos melhores resultados. Dificilmente o Vasco conseguirá trazer algum reforço de peso ainda neste ano”, admitiu o dirigente, eleito recentemente.

Entre os possíveis reforços para o elenco cruzmaltino, estiveram nomes gabaritados como o zagueiro Roque Junior e o meia-atacante Felipe. Mas, mesmo sem a chance de grandes reforços para este ano, Dinamite mantém a confiança na qualidade do atual elenco, apesar de reconhecer que não é o time ideal para vestir a camisa do Vasco.

”Esse time não é o ideal que nós queremos para o Vasco, temos consciência disso, mas também não pode ser desprezado. Com aplicação nos jogos e vontade, dá para igualar a diferença técnica para com as outras equipes”, completou o presidente.

Enquanto Roberto Dinamite trabalha para acertar os problemas internos em São Januário, o Vasco volta a campo pelo Brasileirão neste domingo para pegar o desesperado Santos, às 16 horas (de Brasília), na Vila Belmiro.


Leia mais sobre: Roberto Dinamite Vasco

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo