iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/07 - 00:21

Técnico garante permanência e pede apoio da torcida na Vila

"Não há tempo para ficar lamentando. Esses três pontos contra o Vasco são inadiáveis", afirmou o treinador

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A demora de mais de uma hora para conceder entrevista após a derrota por 4 a 2 para o Palmeiras, no Palestra Itália, somada à feição fechada do presidente Marcelo Teixeira na descida para os vestiários levou alguns jornalistas a apostarem que desta vez Cuca não resistiria e deixaria o comando técnico do Santos.

Mais tranqüilo do que após a derrota por 3 a 0 para o Figueirense, na 12ª rodada, quando chegou a entregar o cargo para Teixeira e foi demovido da idéia pelo presidente, Cuca respondeu de bate pronto quando questionado sobre seu futuro na Vila Belmiro.

“Futuro? O futuro é que amanhã (sexta) a concentração do time está antecipada. É manga arregaçada e voltar para a briga. O futebol tem isso de bom, pois, no domingo, teremos a chance de dar a volta por cima”, afirmou o treinador.

Para vencer pela terceira vez no campeonato, a receita encontrada por Cuca é a mesma que antecedeu o jogo contra o Sport: convocar a torcida. “Peço novamente a ajuda dos torcedores, pois esse é o momento de unir forças e partir com tudo para cima do Vasco”, conclamou, já vislumbrando o compromisso de domingo à tarde, na Vila Belmiro.

“Não há tempo para ficar lamentando. Esses três pontos contra o Vasco são inadiáveis. O momento é difícil e complicado, mas não temos alternativa a não ser vencer esse jogo”, concluiu o treinador.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo