iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/07 - 19:24

Diego Souza ressalta peso dos minutos iniciais no Olímpico
No ano passado, jogador defendeu as cores do Grêmio e pôde se favorecer da pressão do estádio

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O estádio Olímpico é um cenário conhecido para o meio-campista Diego Souza, do Palmeiras. Durante todo o ano passado, o jogador defendeu as cores do Grêmio e pôde se favorecer da pressão do local.

Em contrapartida, também tem na ponta da língua um jeito para o Verdão surpreender o rival gaúcho no jogo deste domingo, válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Os primeiros minutos, você precisa ficar muito atento. Tem que marcar forte e jogar de igual para igual. O volume do Grêmio é muito grande. Quando perdem a bola, eles marcam com tudo e roubam de novo a bola. Com isso, vão prensando o adversário”, justificou Diego Souza, após o treino desta sexta-feira na Academia de Futebol.

Os jogadores do Palmeiras estão empenhados em encerrar os problemas vividos pelo time fora de casa. Em sete jogos como visitante no Campeonato Brasileiro, o time de Parque Antártica obteve somente uma vitória. Todos estão cientes que, com o atual aproveitamento, o Verdão não será campeão.

Pelo entrosamento obtido ano passado no estádio Olímpico, Diego Souza reconhece que o jogo de domingo é especial. O meio-campista deixou saudades no Grêmio principalmente pela campanha no vice-campeonato da Libertadores-2007. “Foi o lugar que levantei a minha carreira”, reconheceu.

Desta forma, Diego Souza aposta que terá uma boa recepção da maioria da torcida do Grêmio. “Sempre que vesti a camisa do clube, dei o meu máximo, demonstrei lealdade e procurei ajudar. Mas a gente sabe como é, sempre tem alguém que pode carregar uma mágoa”, disse o meia, preparado para o descontentamento de algum torcedor.


Leia mais sobre: Diego Souza Palmeiras Grêmio

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo