iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/07 - 00:11

Cuca culpa quarto gol pela derrota e revela: sonhou com virada

"Esse foi um jogo estranho. O Palmeiras teve seis ou sete chances e fez cinco", disse o técnico

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Apesar de ter sofrido sua quinta derrota em dez jogos comandando o Santos, o técnico Cuca não se mostrou abalado com o resultado de 4 a 2 desfavorável diante do Palmeiras. Para o comandante santista, o placar do Palestra Itália no clássico desta quinta-feira não fez justiça ao que as duas equipes apresentaram.

'Esse foi um jogo estranho. O Palmeiras teve seis ou sete chances e fez cinco, se contarmos o gol anulado, sendo que três gols em bolas paradas. Esse foi o grande diferencial, pois o Palmeiras se apresentou apenas um pouco melhor que o Santos', analisou.

Na opinião do treinador do Alvinegro, o que determinou a derrota santista foi o gol marcado pelo zagueiro Gladstone, o quarto do Palmeiras, aos 44 minutos do primeiro tempo. 'Por incrível que pareça, o que matou o time não foram os três primeiros gols, e sim o quarto, pois, se o primeiro tempo terminasse 3 a 2 depois de estar 3 a 0 para o Palmeiras, voltaríamos cheios de moral', vislumbrou.

Cuca insistiu no assunto e chegou a afirmar que sonhou com a virada santista no segundo tempo do clássico do Palestra. 'Se virasse 3 a 2 no intervalo, mexeria umas coisinhas no vestiário e poderíamos ter alcançado uma virada histórica. O quarto gol foi determinante para a nossa derrota', repetiu.

O treinador afirmou que viu evolução em seu time e que espera um time ainda melhor no próximo compromisso da equipe, domingo, diante do Vasco, na Vila Belmiro. 'Agora é o momento de nos apegarmos às coisas boas que vimos hoje (quinta) e tentar vencer. Na bola é assim. O que o meio de semana faz, o domingo pode apagar', concluiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo