iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/07 - 22:36

Sport bate o Furacão e respira na classificação
Time pernambucano deu um salto na classificação do Brasileirão, chegando à 12ª posição, com 18 pontos

Gazeta Esportiva

 
RECIFE - Mostrando mais uma vez força dentro da Ilha do Retiro, o Sport bateu o Atlético Paranaense por 1 a 0 e deu um salto na classificação do Brasileirão, chegando a 12ª posição, com 18 pontos. Já os paranaenses, com mais um resultado negativo, agora está apenas um ponto distante da zona de rebaixamento, ocupando a 15ª posição com 16 pontos ganhos.

Tentando voltar a vencer fora de casa – o que não acontecia desde a perimira rodada contra o Ipatinga – o Furacão tentou partir para cima do Leão nos primeiros movimentos, mas logo o time da casa tomou as rédeas do jogo. Aos dois minutos, Cássio Lopes arriscou o chute cruzado, mas pela linha de fundo. Aos sete minutos, depois de rebote de Galatto, Fumagalli tentou surpreender de cabeça, mas o camisa 1 atleticano se recuperou.

O Sport pressionava e estava mais próximo de abrir o placar, mas deixava espaço para os contra-ataques. Aos 12 minutos, Márcio Azevedo desceu em velocidade pela lateral e arriscou para fora. O mesmo Márcio Azevedo tentou o chute aos 21 minutos e novamente errou a mira. Depois de um início em velocidade, o ritmo do jogo caiu, sem nenhuma grande oportunidade. Aos 26 minutos foi a vez de Fumagalli, sem opção, bater de longe, sem perigo.

A primeira etapa se encaminhava o final com a torcida pernambucana já perdendo um pouco da paciência com o time, que se esforçava em campo. Aos 33 minutos, Junior Maranhão bateu com força e Galatto se esticou para tocar para escanteio. Os chutes de longa distância era a principal arma dos times, sem criatividade. Aos 44 minutos, Joãozinho fez jogada individual, entrou na área e bateu cruzado, à direita do gol.

No segundo tempo, a partida voltou mais truncada, com algumas faltas mais fortes dos dois lados. O primeiro chute apenas aos quatro minutos, com Ferreira, que arriscou pela linha de fundo. Porém, era o gol do Sport que amadurecia. Aos seis minutos, Luciano Henrique desviou de leve e Galatto fez grande defesa. Mas, aos sete minutos, Luciano Henrique recebeu de frente para o gol, driblou o defensor e mandou par ao fundo das redes.

Depois do gol, o Leão ainda teve outra chance de marcar com Luciano Henrique, que aos 10 minutos bateu cruzado com perigou, à esquerda da meta. Na resposta, aos 16 minutos, Márcio Azevedo, principal jogador do Furacão em campo, bateu de fora da párea, mas novamente não levou sorte na direção. Aos 20 minutos foi a vez de Junior Maranhão arriscar para boa defesa do goleiro atleticano.

Preocupado com a atuação do time e com a zona de rebaixamento se aproximando com a derrota, Roberto Fernandes tirou os laterais para a entrada de dois atacantes. Aos 30 minutos, Julio dos Santos entrou na área e bateu forte, mas a bola explodiu na trave. O ritmo do jogo caiu outra vez, com o time da casa apenas administrando. Aos 42 minutos, Juninho bateu de fora da área, a bola desviou e saiu.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense tenta se recuperar em Curitiba, quando recebe o Figueirense – que vem de uma derrota histórica para o líder Grêmio - domingo, na Arena da Baixada. No mesmo dia o Sport vai à Goiânia, onde enfrenta o Goiás, no Estádio Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA (veja como foi lance a lance)
SPORT 1 x 0 ATLÉTICO/PR

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data: 24 de julho de 2008, quinta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Djalma Jose Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Marcelo Fonseca Duarte (RJ)
Cartões amarelos: Carlinhos Bala, Dutra, Daniel Paulista (Sport); Júlio dos Santos, Márcio Azevedo, Ferreira (Atlético-PR)
Gol: SPORT: Luciano Henrique, aos sete minutos do segundo tempo

SPORT: Magrão; Cassio Lopes (Luisinho Netto), Gabriel, Ígor e Dutra; Daniel, Júnior Maranhão (Fábio Gomes), Fumagalli (Juninho) e Carlinhos Bala; Luciano Henrique e Roger.
Técnico: Nelsinho Baptista

ATLÉTICO-PR: Galatto; Chico, Rhodolfo e Danilo; Douglas Maia (William), Alan Bahia, Valencia, Ferreira e Márcio Azevedo (Anderson Aquino); Julio dos Santos (Pedro Oldoni) e Joãozinho
Técnico: Roberto Fernandes


Leia mais sobre: Sport Atlético-PR Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

Apenas o suficiente
Sport não foi brilhante, mas conseguiu somar mais três pontos jogando na Ilha do Retiro

Topo