iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/07 - 00:21

Espinosa ironiza gol de mão e pede ajuda de Bernardinho

Treinador fez uma ressalva à atuação do árbitro Evandro Rogério Roman, que não viu um gol de mão do time carioca

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Ao término do empate por 2 a 2 entre Portuguesa e Flamengo, no Estádio do Canindé, o técnico Valdir Espinosa disse ter ficado satisfeito com sua estréia à frente da Lusa que, segundo ele, conseguiu mostrar uma evolução no seu futebol.

No entanto, o treinador fez uma ressalva à atuação do árbitro Evandro Rogério Roman, que não viu um gol de mão do time carioca.

“Fiquei satisfeito com a estréia, com apenas alguns dias treinamento o time conseguiu mostrar um bom futebol. Mas quem deveria estar aqui hoje não deveria ser eu, e sim o Bernardinho. Eles fizeram um gol de mão e o árbitro não fez nada, é um absurdo. Amanhã vou treinar uns bloqueios com ele”, ironizou.

O atacante Diogo, autor dos dois gols da Portuguesa, reforçou o coro do novo comandante rubro-verde, mas buscou compreender o lado do juiz.

“Esse empate não teve sabor de derrota nem de vitória. Tivemos condições de ganhar, e eles também. Mas é aquilo... A arbitragem complica. Mas precisamos entender também o lado dele, errar é humano. Se eu erro e perco um gol, ele também pode errar em um lance de jogo”, contextualizou.


Leia mais sobre: Valdir Espinosa Portuguesa

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo