iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/07 - 08:51

Dinamo Zagreb: maior da Croácia
Clube da capital se tornou o grande 'papa-títulos' da Prva HNL e conta com a maior torcida do país

Trivela.com

ZAGREB (Croácia) - O Dinamo Zagreb é o clube mais popular e vitorioso da Croácia. Aproximadamente um terço do país torce pela equipe que já conquistou quatorze títulos nacionais, sendo dez croatas e quatro iugoslavos. A maioria dos grandes jogadores do país que fizeram sucesso em tradicionais clubes europeus foi revelada pelos Blues, como também são conhecidos. No entanto, o time ficou mais famoso por sua constante troca de nomes do que pelas próprias glórias no futebol. O nome atual permanece desde 2000, mas antes disso já fora chamado de Hask, Gradanski, e Croácia Zagreb, tudo por causa da guerra e de movimentos políticos.

Dois em um
Oficialmente, o Dínamo foi fundado em nove de junho de 1945, mas para entender um pouco do seu surgimento é preciso voltar a 1903. Neste ano, um grupo de estudantes criava o Hask e em 1911 surgia o Gradanski, time com maior torcida em toda a Croácia. Após a Segunda Guerra Mundial, ambos os clubes foram banidos pelo regime comunista.

Com isso, fundava-se o Dinamo Zagreb, que contava com as cores e jogadores do Gradanski e mandava seus jogos no antigo estádio do Hask, que também serviu alguns atletas para a nova equipe. Em 1991, tornou-se o Hask-Gradanski e dois anos mais tarde o Croácia Zagreb, por questões políticas. Como o nome não agradou aos torcedores, em 2000 voltou a ser o Dinamo Zagreb, mantido até hoje.

O papa-títulos croata
Na Croácia, o Dinamo sempre disputou a primeira divisão (Prva HNL), criada em 1991. Em 16 edições venceu 10, antes de ter conquistado quatro campeonatos iugoslavos. Em torneios europeus sua maior conquista foi a Taça das Feiras (The Major Cities Championship) de 1967, a atual Copa da UEFA. É o único clube croata a vencer uma competição européia. Na Liga dos Campeões, jamais conseguiu avançar além da fase de grupos.

Uma verdadeira seleção
Quase todos os grandes jogadores croatas foram revelados ou pelo menos já vestiram a camisa azul do Dinamo. Para se ter alguns exemplos, da geração que conquistou o terceiro lugar na Copa do Mundo de 1998, na França, podemos citar o meia Zvonimir Boban, o atacante Davor Suker e o goleiro Drazen Ladic, jogador que mais vezes atuou pelo time, 802 jogos.

O maior artilheiro da história dos Blues e do campeonato croata foi Igor Cvitanovic, que anotou 304 gols em 503 partidas entre 1989 e 2000. Quem também teve uma passagem marcante nos Blues foi o brasileiro naturalizado croata, Eduardo da Silva. O atacante do Arsenal é o atleta que mais gols marcou numa única edição do campeonato nacional, 31 gols.

O objetivo é se projetar mais no continente
O atual elenco do técnico Branko Ivankovic conta com três jogadores brasileiros pouco conhecidos: o lateral-direito Etto (ex-Atlético-PR), o zagueiro Carlos (ex-São Paulo) e o meia Sammir (ex-Paulista). Nesta temporada, o Dínamo disputa a fase preliminar da Liga dos Campeões. Recentemente, vendeu o talentoso Luka Modric para o Tottenham por € 21 milhões.

Com este dinheiro, a diretoria investiu em reforços sul-americanos como o meia chileno Pedro Morales e o argentino Guillermo Suárez. Com essas contratações, o clube tem a pretensão de pelo menos disputar o maior torneio de clubes da Europa.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo