iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/07 - 23:23

Anderson Aquino reclama da dificuldade de jogar na Ilha
Com a derrota, o time paranaense está agora apenas um ponto distante da zona de rebaixamento

Gazeta Esportiva

RECIFE - O atacante Anderson Aquino, que retornou ao Atlético Paranaense neste mês após uma passagem pelo Goiás, justificou a derrota por 1 a 0 do Furacão para o Sport falando da dificuldade que é atuar na casa do Leão, a Ilha do Retiro – Ou “Bambonilha”, como os recifenses brincam, em referência ao estádio do Boca Juniors, La Bombonera.

Para o avante, que viu seu trabalho anulado pela forte marcação do Leão, o trabalho se dificultou após os donos da casa abrirem o placar, pois depois eles teriam se fechado no campo defensivo.

“Jogar aqui na Ilha do Retiro é mesmo difícil. No primeiro tempo ainda conseguimos atuar melhor, colocamos inclusive uma bola na trave deles. A nossa idéia era essa: manter a igualdade no primeiro tempo e garantir a vitória no segundo. Mas eles conseguiram o gol logo no começo da segunda etapa, e logo depois se fecharam. Agora é pensar na próxima rodada”, analisou Anderson, após a partida.

Com mais este resultado negativo, o time paranaense está agora apenas um ponto distante da zona de rebaixamento, ocupando a 15ª posição com 16 pontos ganhos. Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Furacão tentará se recuperar vencendo o Figueirerense, às 16 horas do domingo, em casa, na Arena da Baixada.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo