iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/07 - 18:02

Luxemburgo 'foge' das entrevistas antes do clássico

Silêncio do técnico pode ter relação com o desfecho dos expulsos Denilson e Kléber, cuja punição não foi anunciada

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A entrevista coletiva do técnico Vanderlei Luxemburgo nesta semana foi marcada pela assessoria de imprensa do Palmeiras para a tarde desta quarta-feira. Mas não aconteceu. Em uma postura anormal, o treinador evitou o contato com os jornalistas antes do clássico contra o Santos, no Parque Antártica.

O silêncio de Luxemburgo é adotado justamente um dia depois do estranho desfecho dos casos do meia Denilson e atacante Kléber, expulsos de forma infantil contra o Goiás, no Serra Dourada.

Inicialmente, o Palmeiras havia prometido multar os dois atletas. No entanto, a situação mudou. O gerente de futebol Toninho Cecílio anunciou que foram tomadas apenas “medidas cabíveis” no caso, sem revelar se houve advertência, multa ou punição alternativa.

Além disso, Luxemburgo estava incomodado com o reflexo de uma de suas declarações antes do jogo contra o Fluminense, na semana passada. Na oportunidade, o técnico se irritou com os questionamentos da imprensa e bradou. “Pelo caminhar das perguntas, o Palmeiras parece que está como o Santos, parece que estamos na rabeira do Campeonato Brasileiro”.

Sua resposta teve repercussão até na Vila Belmiro. Tanto que Luxemburgo tomou a iniciativa de ligar ao presidente do Santos, Marcelo Teixeira, para justificar que sua afirmação não teve a intenção de menosprezar a ex-equipe.

Na conversa com o dirigente santista, Luxemburgo ainda mandou um conselho: a manutenção do técnico Cuca, outro fato que gerou polêmica na Baixada Santista.


Leia mais sobre: Vanderlei Luxemburgo Palmeiras Santos

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

"Enganei os bobos!"
Quem esperava por uma palavra de Luxemburgo fora do treino acabou 'chupando o dedo'

Topo