iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/07 - 18:55

Depois de anunciar saída da Série C, Fast-AM volta atrás

Clube amazonense alegou problemas financeiros para sair da competição

Gazeta Esportiva

MANAUS - Depois de ter anunciado, nesta segunda-feira, o abandono da Série C, por motivos financeiros, o Fast-AM voltou atrás. Mesmo com poucas chances de classificação, sem ter somado um ponto na classificação, o time desistiu de sair do campeonato com medo das punições da CBF - dois anos de suspensão de todos as copas organizadas pela federação e multa entre R$ 10 mil e R$ 200 mil.

Nesta terça-feira, os diretores do Fast optaram por permanecer na disputa. 'A diretoria se reuniu e resolveu voltar atrás da decisão. Assim, não iremos mais enviar um oficio à CBF, pois a eliminação iria nos prejudicar em uma eventual classificação à Copa do Brasil, na qual não poderíamos participar', informou o assessor de imprensa Andril.

A ameaça feita pelo presidente da equipe, Ney Junior, deixou jogadores e comissão técnica revoltados. “O que a diretoria do Fast fez nesse Brasileiro é brincadeira. Os atletas ainda não receberam e a situação ficou insustentável.”, queixou-se João Carlos Cavalo, treinador do time.

Na semana passada, juntamente com o Holanda, dirigentes das duas equipes haviam declarado que caso não recebessem verba do Governo do Estado de R$ 1 milhão, que seriam divididos entre ambas as partes, prometida pelo Governador, abandonariam a Série C.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo