iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/07 - 22:30

Corinthians empata com Ceará e fica três jogos sem vencer

Falhas da zaga cearense para evitar derrota fora de casa; Veja as matérias de todos jogos da Série B abaixo

Gazeta Esportiva


    FORTALEZA - O momento de mais paridade da Série B do Campeonato Brasileiro, como definiu o técnico Mano Menezes, continua. O Corinthians quase sofreu sua segunda derrota consecutiva nesta terça-feira, em Fortaleza. Luís Carlos, artilheiro da competição, marcou duas vezes para o Ceará, mas Dentinho respondeu: 2 a 2 no Castelão.

    Sem vencer há três rodadas após empates com Santo André e Ceará e derrota para o Bahia, o Corinthians ainda segue na liderança da Segunda Divisão, com 28 pontos ganhos. O Juventude totaliza 24, pois desperdiçou a chance de encostar na equipe paulista ao perder para o Gama. Já o Ceará subiu para 19 e continua distante da zona de acesso.

    Na próxima rodada, o Corinthians tentará a recuperação novamente fora de casa. A agora instável equipe paulista visitará o Paraná no sábado. O Ceará entrará em campo um dia antes, contra o São Caetano, outra vez no Castelão. O estádio contou com público recorde nesta terça-feira: mais de 50 mil torcedores.

    O jogo
    Enfrentar o Corinthians parecia mesmo ser o evento “mais importante do ano para o futebol cearense”, conforme classificou o site oficial do Ceará. Em um Castelão lotado, o time da casa correspondia à euforia dos torcedores nas arquibancadas. “Eles correm muito”, disse um ofegante Fabinho no final do primeiro tempo.

    No início da partida, no entanto, o Corinthians conseguiu se igualar em velocidade ao Ceará. Até calou momentaneamente a torcida adversária aos 8 minutos, quando Eduardo Ramos cobrou falta na área, da esquerda, Herrera desviou a bola de cabeça e Dentinho completou para as redes. Fingiu jogar cartas no gramado para comemorar.

    A defesa do Corinthians relaxou tanto quanto o atacante. Aos 14, Mancuso levantou a bola na área e Luís Carlos aproveitou a indecisão de Denis no lance. Livre de marcação, o atacante chutou forte, na saída do goleiro Felipe, para empatar o jogo. Festa no Castelão, que passou a balançar ainda mais contra a equipe paulista.

    A partir de então, o Ceará acuou o Corinthians como nenhum outro time havia conseguido na Série B. À beira do gramado, Mano Menezes se desesperava com os erros de marcação de sua defesa desarrumada. No ataque, raros eram os passes certos. A desorganização era tamanha que o técnico passou a contar os minutos para o intervalo.

    Ainda houve tempo, contudo, para o Ceará virar o jogo. Elias perdeu a bola para Cleisson aos 27 minutos e derrubou o adversário dentro da área. Pênalti. Luís Carlos cobrou com força, no meio, e isolou-se na artilharia da competição com dez gols. Ao descer para o vestiário, avisou que sua equipe não recuaria na etapa complementar.

    O Corinthians recomeçou o jogo com Carlos Alberto no lugar de Denis. A idéia era reforçar a marcação no meio-campo e liberar Douglas, até então apagado, a somente comandar o ataque. O problema é que Elias não colaborava com o setor ofensivo nem com o defensivo. Não demorou muito para ser substituído por Acosta.

    Já o Ceará não cumpriu com a promessa de Luís Carlos. Em vantagem no placar, o time de Lula Pereira passou a se arriscar menos no ataque, cedendo à pressão corintiana. Herrera, Acosta, Dentinho e Wellington Saci assustaram a torcida mandante com chutes perigosos, porém pararam nas mãos do sempre atento Adilson.

    Aos 35 minutos, o goleiro nada pôde fazer quando André Rancharia falhou e deixou Dentinho livre para conferir. Desfalque na rodada passada, o atacante não desperdiçou nova oportunidade e aliviou os corintianos. Com trio de atacantes formado por Vavá, Ciel e Luís Carlos, o Ceará ainda tentou nova reação na partida. Já era tarde.

    FICHA TÉCNICA (veja como foi lance a lance)
    CEARÁ 2 X 2 CORINTHIANS

    Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
    Data: 22 de julho de 2008, terça-feira
    Horário: 20h30 (de Brasília)
    Árbitro: Emerson Luiz Sobral (PE)
    Assistentes: Ubirajara Ferraz Jota e Luciano José Coelho Cruz (ambos de PE)
    Público total: 51.064 torcedores
    Cartões amarelos: Dedé, Cleisson, Michel, André, Mancuso (Ceará); Chicão (Corinthians)
    Gols: CEARÁ: Luís Carlos, aos 14 e 28 minutos do primeiro tempo; CORINTHIANS: Dentinho, aos 8 minutos do primeiro tempo e 35 minutos do segundo tempo

    CEARÁ: Adilson; Dedé, Dezinho, André Rancharia e Fábio Vidal; Michel (André), Mancuso (Alex Braz), Cleisson e Marcos Paraná (Vavá); Ciel e Luís Carlos
    Técnico: Lula Pereira

    CORINTHIANS: Felipe; Denis (Carlos Alberto), William, Chicão e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos (Wellington Saci), Elias (Acosta) e Douglas; Dentinho e Herrera
    Técnico: Mano Menezes

    Outros resultados:


    Leia mais sobre: Corinthians Ceará Série B

    > Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


    Futura Press

    Gols salvadores
    Dentinho foi o nome do Corinthians no Ceará, evitando mais uma derrota dos paulistas

    Topo