iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/07 - 18:14

Santos bate o Sport e volta a vencer após dez rodadas
O confronto marcou a primeira vitória do técnico Cuca, em nove jogos no comando da equipe paulista

Gazeta Esportiva


SANTOS - A torcida santista finalmente voltou a sorrir após dez rodadas do Brasileirão. Isso porque o Santos, que não vencia há 59 dias, conquistou neste domingo a tão sonhada vitória ao derrotar o Sport por 1 a 0 na Vila Belmiro.

O confronto marcou a primeira vitória do técnico Cuca, em nove jogos no comando da equipe paulista. O único gol da partida foi marcado, de cabeça, por Kléber Pereira após defesa de Magrão na cobrança de pênalti do artilheiro.

Como o resultado positivo, o Santos deixou a lanterna do Brasileirão para o Ipatinga, mas segue na zona do rebaixamento, agora 11 pontos ganhos. Já o Sport, que depois da derrota ficou mais próximo da zona do perigo da competição, está na 14ª posição, com 15 pontos.

Na próxima quarta-feira, o Santos faz o clássico diante do Palmeiras no Palestra Itália. No mesmo dia o Sport recebe o Atlético PR, em Recife.

O jogo
O Santos entrou em campo sem o volante Rodrigo Souto (suspenso por dois anos por doping), mas com o atacante paraguaio Nelson Cuevas estreando no time, além do meia colombiano Molina, que ganhou mais uma oportunidade na equipe. Já o Sport perdeu o zagueiro artilheiro Durval que não foi relacionado devido a uma forte virose.

Logo no início do jogo o torcedor santista tomou um susto. Aos sete minutos, o atacante Roger fez excelente jogada pela direita e tocou na medida para Carlinhos Bala, que chutou da meia lua e acertou a trave direita do goleiro Felipe, no rebote Fumagalli perdeu o lance.

Na resposta do Peixe, o poste do goleiro Magrão balançou. Aos 15 minutos, em cobrança de falta pela meia-esquerda, o zagueiro Fabão soltou a bomba, a bola desviou no meio do caminho e explodiu no travessão.

Os atacantes Roger e Carlinhos Bala estavam deixando os defensores santistas atordoados. Aos 23 minutos, em rápido contra-ataque o Sport ficou novamente perto do gol. Roger ajeitou de cabeça para Carlinhos Bala tocar na saída de Felipe, mas Marcelo tirou em cima da linha e salvou o Santos.

E o Sport chegou novamente com Roger. Aos 26, o atacante cabeceou livre na pequena área, mas Felipe defendeu, no rebote do goleiro Roger marcou, mas o árbitro anotou impedimento, e o gol que foi legal, acabou anulado de maneira equivocada.

Em clima de inverno, o jogo esfriou e algumas vaias da torcida do Santos começavam a ecoar nas arquibancadas da Vila Belmiro, principalmente porque a equipe pernambucana foi a que esteve mais próxima de abrir o placar da partida.

Quando o primeiro tempo caminhava para um empate parcial, o Santos abriu o placar. O meia Molina arrancou pela esquerda, invadiu a área e acabou derrubado pelo zagueiro César. Pênalti indiscutível. Na cobrança aos 43 minutos, Kléber Pereira precisou de dois lances para marcar. No primeiro, o goleiro Magrão defendeu no canto direito, mas no rebote a bola veio em direção do artilheiro que carimbou de cabeça.

Antes de descer para o intervalo, os jogadores do Santos se abraçaram no meio de campo, e desceram todos juntos aos vestiários, numa demonstração de união do elenco.

Os times voltaram para o segundo tempo sem alterações. E no primeiro lance, aos cinco minutos, o Peixe por pouco não ampliou. Molina cobrou falta com perigo pela direita, campo de ataque. A bola viajou por toda a grande área, desviou na trave esquerda do goleiro Magrão e saiu pela linha de fundo.

Aos 6 minutos, o técnico Nelsinho Baptista perdeu o volante Sandro Goiano, que teve uma convulsão no gramado. Com isso, Junior Maranhão entrou na partida.

O técnico Cuca também mexeu no time ao fazer duas substituições. Michael, que recebeu o terceiro amarelo e não enfrenta o Palmeiras (seu ex-clube) deixou o time para a entrada do volante Dionízio. Já Maikon Leite entrou na vaga do estreante paraguaio Cuevas, que saiu de campo bastante cansado.

Assim como no final do primeiro tempo, o jogo voltou a esfriar na Vila Belmiro. O Santos se acomodou com o gol de vantagem, e o Sport, não conseguiu se aproveitar desse fator para empatar.

Os treinadores, então, realizaram a terceira alteração de cada time. Cuca sacou o lateral-direito Apodi para promover a estréia do outro ala Fabiano. Já Nelsinho Baptista trocou o atacante Roger pelo outro atacante Enilton, mas o segundo tempo continuou sem emoções até o final.

Assista também aos melhores momentos da partida

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 SPORT
  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 20 de julho de 2008, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Alberto Sardinha Bites (GO)
Assistentes: Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Cláudio José de Oliveira Soares(RJ)
Público: 13.970
Cartões amarelos: Fabiano Eller, Michael, Kleber (Santos); Diogo, Daniel, Igor, César, Fumagalli (Sport)

Gol:
SANTOS: Kléber Pereira, aos 43 minutos do primeiro tempo

SANTOS: Felipe; Marcelo, Fabão, Fabiano Eller; Apodi (Fabiano), Adriano, Kleber, Molina e Michael (Dionísio); Cuevas (Maikon Leite) e Kléber Pereira.
Técnico: Cuca

SPORT: Magrão; Gabriel, Igor e César (Luciano Henrique); Diogo, Daniel, Fumagalli, Sandro Goiano (Junior Maranhão) e Dutra; Carlinhos Bala e Roger (Enilton)
Técnico: Nelsinho Batista

Outros resultados:


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo