iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/07 - 18:05

Palmeiras perde para o Goiás e pode deixar o G-4

Com dois gols de Alex Terra, o Goiás saiu da zona de rebaixamento do Brasileirão, totalizando agora 14 pontos ganhos

Gazeta Esportiva

GOIÂNIA - O quarto lugar do Palmeiras no Campeonato Brasileiro está ameaçado. Neste domingo, no estádio Serra Dourada, o time dirigido por Vanderlei Luxemburgo perdeu por 3 a 2 para o Goiás e precisará torcer contra Vitória e São Paulo, que enfrentarão Flamengo e Botafogo às 18h10, para seguir no G-4

Contando com a ineficiência da zaga do Palmeiras para cortar as bolas levantadas na área, o Goiás logo abriu 2 a 0 com gols de Alex Terra, que voltou a marcar no segundo tempo, e Paulo Henrique. Alex Mineiro e Jéci ainda empataram o jogo, porém Kléber foi expulso e prejudicou nova reação do time paulista.

A vitória tirou o Goiás da zona de rebaixamento do Brasileirão, totalizando agora 14 pontos. O Palmeiras soma 21, contra momentaneamente 20 de Vitória e São Paulo. Na próxima rodada, quinta-feira, fará clássico contra o ameaçado Santos, enquanto o time do Centro-Oeste visitará o Cruzeiro na véspera.

O jogo 
O clima quente e seco de Goiânia e o extenso gramado do Serra Dourada não diminuíram o fôlego dos jogadores de Palmeiras e Goiás no início da partida. Retida no meio-campo ou carregada até a intermediária de um dos lados, a bola poucas vezes chegava aos atacantes.

Até a defesa do Palmeiras desequilibrar o confronto. Com claras dificuldades para marcar as jogadas aéreas do Goiás, Jéci e Gladstone possibilitaram as primeiras chances de gol ao adversários. Aos 11 minutos, Alex Terra subiu sozinho após cruzamento de Júlio César, vindo da esquerda, e não desperdiçou: 1 a 0.

O Palmeiras não se abateu com a desvantagem. Sua zaga, sim. Dez minutos depois, quando os visitantes já começavam a mostrar evolução do meio-campo para frente, uma nova oportunidade pelo alto para o Goiás foi fatal. Júlio César levantou a bola na área em cobrança de falta, e Paulo Henrique ampliou.

Foi o bastante para o técnico Vanderlei Luxemburgo promover a primeira alteração da partida. Ele mandou o Palmeiras à frente com Evandro, ex-Goiás, no lugar de Sandro Silva. O meia não chegou a mudar radicalmente o panorama do jogo, mas, pelo menos, sua equipe conseguia manter mais a bola no ataque.

No final do primeiro tempo, em um intervalo de quatro minutos, o Palmeiras conseguiu fazer o que tentava desde o início. Aos 42, Léo Lima enfiou a bola com perfeição para Alex Mineiro, que, em posição duvidosa, descontou. O zagueiro Jéci, aos 46, redimiu-se com uma cabeçada certeira para o gol: 2 a 2.

Na etapa complementar, o Goiás, que havia perdido Paulo Henrique, machucado e substituído por Rafael Marques, perdeu força ofensiva. Isolados no ataque, Iarley e Alex Terra participavam pouco do jogo. As desatenções da defesa do Palmeiras, no entanto, logo atraíram outra vez o adversário à frente.

Aos 15 minutos, o Goiás não precisou de ajuda de ninguém para desempatar. Romerito foi à linha de fundo pela esquerda e cruzou rasteiro para Alex Terra marcar novamente. Pior ainda para o Palmeiras quando, pouco depois, Kléber cometeu falta dura em Rafael Marques e fez jus à fama de indisciplinado. Cartão vermelho.

Luxemburgo, então, trocou Valdívia e Evandro por Denílson e Maicosuel. Não resolveu. Com um jogador a mais, até o final do confronto o Goiás chegou a ficar mais próximo de marcar outro gol do que sofrer. Não conseguiu a goleada, porém saiu satisfeito por poder respirar na competição. Após o apito final, Denílson ainda foi expulso por reclamação.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 3 X 2 PALMEIRAS  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 20 de julho de 2008, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Alicio Pena Júnior (Fifa-MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio S. Santiago e Helberth Costa Andrade (ambos MG)
Cartões amarelos: Ramalho, Ernando, Romerito (Goiás); Sandro Silva, Léo Lima, Valdívia (Palmeiras)
Cartões vermelhos: Kléber e Denílson (Palmeiras)
Gols: GOIÁS: Alex Terra, aos 11 minutos do primeiro tempo e 15 do segundo, e Paulo Henrique, aos 21 do primeiro tempo; PALMEIRAS: Alex Mineiro, aos 42, e Jéci, aos 46 minutos do primeiro tempo

GOIÁS: Harlei; Ernando, Henrique e Paulo Henrique (Rafael Marques); Vitor, Ramalho, Fernando, Romerito e Júlio César: Iarley (Adriano Gabiru) e Alex Terra (Fábio Bahia)
Técnico: Hélio dos Anjos

PALMEIRAS: Marcos; Fabinho Capixaba, Jéci, Gladstone e Leandro; Sandro Silva (Evandro) (Maicosuel), Léo Lima, Diego Souza e Valdívia (Denílson); Kléber e Alex Mineiro
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Outros resultados:


Leia mais sobre: Goiás Palmeiras Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

Grande jogo
O Goiás abriu dois gols de vantagem, deu espaço para o Palmeiras empatar, mas saiu vitorioso

Topo