iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/07 - 21:00

Jogadores do Galo esperam que a virada traga o torcedor de volta

A façanha só foi possível graças à entrada em campo de Petkovic, que substituiu Renan aos 28 minutos do primeiro tempo

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - A vitória do Atlético-MG sobre o Coritiba, no começo da noite deste domingo, mostrou o poder de reação alvinegro. O Galo saiu perdendo por 2 a 0, mas pressionou e chegou à virada, fechando o placar em 3 a 2.

A façanha só foi possível graças à entrada em campo de Petkovic, que substituiu Renan aos 28 minutos do primeiro tempo. O sérvio, de 35 anos, deu o passe para o primeiro gol e marcou o segundo, convertendo pênalti sofrido por ele mesmo. Mesmo jogando só uma hora, saiu exausto de campo.

“Acho que a virada foi muito boa. No final, a torcida apoiou. Mesmo vindo em pequeno número, ela foi muito boa. Três pontos sofridos, mas muito importantes neste momento”, avaliou o meia, indiscutivelmente o nome do jogo. Na próxima partida, ele estará ausente, pois recebeu seu terceiro amarelo já no fim da partida.

Quanto à presença da torcida, comentada pelo veterano Petkovic, o público pagante no Mineirão foi de 6.569 pessoas. Durante a semana, organizou-se um protesto para esta partida, que consistiria em ir ao estádio, mas não entrar. Nas arquibancadas, não havia faixas das principais torcidas organizadas.

Para o capitão Marcos, a garra mostrada na vitória de hoje é o início de uma reconciliação. “A gente volta a adquirir a confiança do torcedor. Nosso torcedor é fantástico, faltam adjetivos para qualificá-lo. Toda manifestação de forma pacífica a gente olha e observa, mas a gente é que tem que chamar o torcedor para nós. Chamar significa ganhar os nossos jogos, porque o atleticano não larga o time e não é desta vez que vai largar”, afirmou.

Sobre a partida, o zagueiro pernambucano destacou a determinação dos jogadores. “O mais importante foi que a equipe acreditou. No vestiário, o Gallo falou para nós que, se nós continuássemos acreditando e jogando para cima do adversário, nós íamos virar e foi isto que aconteceu”, contou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo