iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/07 - 10:04

Galo em crise recebe Coxa em êxtase

Enquanto o Atlético-MG vem de derrota para o Inter, o Coritiba bateu o Flamengo na última rodada

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O Atlético-MG recebe o Coritiba neste domingo pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o Galo, é um jogo tenso, já que, a cada rodada, o time se aproxima mais das últimas posições.

Já o Coxa vive um clima de tranqüilidade após a vitória sobre o líder Flamengo e pensa em vôos mais altos no Brasileirão.

O Mineirão, tradicional arma a favor do Atlético-MG, pode não ser tão imponente no domingo. Com uma seqüência de seis jogos sem vitórias e a 16ª colocação na tabela, boa parte da torcida está perdendo a paciência. Várias organizadas do clube propõem um protesto para este jogo, que consiste em ir à porta do estádio e não entrar.

Somente a idéia de tal ato já incomoda o atacante Marques, que conhece tão bem a força da parceria entre torcida e jogadores. “A gente entende o torcedor, que hoje está chateado com essa situação que a equipe está vivendo. Mas o Atlético só vai conseguir vencer e acertar de novo andando junto do seu torcedor”, suplica o ídolo.

Quanto ao time, é difícil saber precisamente quem vai a campo. A escalação na derrota para o Internacional foi bastante diferente da que vinha sendo utilizada e, durante a partida, sofreu mudanças drásticas. O destaque fica com Petkovic, que nem viajou a Porto Alegre alegando dores musculares, e deve voltar à equipe.

Pelo Coritiba, a vitória sobre o líder Flamengo, em uma noite épica na capital paranaense, fez o time renascer na competição. Com 17 pontos ganhos, ocupando a décima colocação, a zona de classificação para a Libertadores já se aproximou e o Alviverde quer manter o foco neste objetivo no ano em que voltou da Série B.

Para isso, o Coxa precisa melhorar seu retrospecto fora de casa e mostrar que fora do Couto Pereira também pode conseguir vitórias heróicas. O técnico Dorival Junior, satisfeito com o desempenho do time, deve manter a formação tática, até porque não tem muitas opções para mudar. A única dúvida é o volante Leandro Donizete, que sentiu uma fisgada na coxa e não deve ter condições.

Rubens Cardoso e Tiago Bernardi, que cumpriram suspensão, ficam à disposição do treinador, mas não sabem se ainda têm um lugar entre os titulares. Já Rodrigo Heffner, que estava próximo de ser dispensado, também deve permanecer no time, já que Marcos Tamandaré segue vetado pelo departamento médico.

Em compensação, como a bruxa ainda não deixou de vez o Alto da Glória, Edson Bastos tomou o terceiro amarelo e não enfrenta o Galo. “A cada partida, estamos perdendo três a quatro jogadores. O trabalho fica comprometido em função disso, a equipe acaba oscilando dentro de uma mesma partida, às vezes”, concluiu o treinador.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X CORITIBA

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 20 de julho de 2008
Horário: 18h10 (em Brasília)
Árbitro: Cléber Welington Abade (SP)
Assistentes: Márcio Luiz Augusto (SP) e Evandro Luís Silveira (SP)

ATLÉTICO-MG: Édson; Mariano (Leandro Almeida), Marcos, Vinícius e César Prates; Serginho, Márcio Araújo, Renan e Petkovic; Marques (Renan Oliveira) e Eduardo
Técnico: Alexandre Gallo

CORITIBA: Vanderlei; Felipe, Rodrigo Mancha e Maurício; Rodrigo Heffner, Tiago Bernardi (Rubens Cardoso), Carlinhos Paraíba, Marlos e Ricardinho; Hugo e Keirrison
Técnico: Dorival Junior


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo