iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/07 - 20:25

Ipatinga goleia Lusa e joga a lanterna para o Santos

O triunfo acaba com um jejum de oito jogos sem vencer, e tira a equipe da última colocação na tabela

Gazeta Esportiva

IPATINGA - Após oito jogos e quase dois meses de jejum, enfim o Ipatinga voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. A vitima foi a Portuguesa, que perdeu por 4 a 1 na noite deste sábado, no Ipatingão. Até o jogo de hoje, o caçula da Série A só tinha um triunfo no torneio, conquistado na quarta rodada, contra o Vitória, no distante 1 de junho.

Com o resultado, o Ipatinga foi a dez pontos e assumiu a penúltima colocação do Nacional, jogando o Santos para a lanterna. O Peixe, com oito, só não terminará a 13ª rodada no último lugar se bater o Sport, neste domingo, na Vila Belmiro.

Já a Lusa segue com sua campanha irregular e permanece com 15 pontos, na 14ª posição. A derrota em Minas deve provocar o aumento da pressão da torcida sobre o técnico Vagner Benazzi.

Para conseguir a recuperação na próxima rodada, a equipe rubro-verde terá que superar o líder Flamengo, na quarta-feira, às 21h50, no estádio do Canindé. Já o Tigre do Vale do Aço volta a campo no mesmo dia, só que às 19h30, quando desafiará o Coritiba no Couto Pereira.

O Ipatinga entrou em campo mostrando muita disposição para encerrar o jejum diante de sua torcida. Depois de dominar as ações no início da partida e tomar a iniciativa de atacar, os donos da casa abriram o placar logo aos 12 minutos: Beto avançou com liberdade pela esquerda e cruzou na cabeça de Rodriguinho, que desviou de Sérgio e balançou as redes.

A Portuguesa, então, tratou de responder e quase deixou tudo igual aos 16 minutos, quando Sidnei cobrou falta e exigiu boa defesa de Fred. Em seguida, os anfitriões sofreram uma importante baixa: o capitão Gian, lesionado, teve que dar lugar a Léo Oliveira. Aos 32, nova ameaça da Lusa: após confusão, Diogo, que completou 100 jogos com a camisa rubro-verde nesta noite, cruzou na área e Jonas bateu na rede pelo lado de fora.

Depois de segurar a blitz visitante, o Tigre reequilibrou as ações e aumentou a sua vantagem. Aos 35, Rodriguinho recebeu livre na área, mas bateu para fora. No minuto seguinte, porém, o meia ipatinguense não perdoou. Ele aproveitou falha de Carlos Alberto e só tocou no canto esquerdo do goleiro luso para fazer seu segundo gol na partida.

No segundo tempo, a Lusa voltou mais ofensiva e partiu em busca do empate, apostando principalmente na jogada aérea. E, depois de muito insistir nos primeiros dez minutos, finalmente a arma deu certo: Bruno Rodrigo desviou escanteio cobrado por Wilton Goiano, Fred defendeu e Halisson apareceu para diminuir aos 19.

Após descontar, a Portuguesa tentou se aproveitar do nervosismo dos donos da casa e se lançou para frente. Aos 22 minutos, quase Sidnei empatou em perigoso chute da entrada da área. Porém, a esperança durou pouco para os visitantes. Aos 29, Dias desviou contra o próprio gol depois de escanteio da direita e fez o terceiro do Ipatinga.

Desorganizada, a Lusa acabaria vazada novamente logo aos 33. Marinho aproveitou bobeada de Halisson no meio-campo, partiu em velocidade e só tocou na saída de Sérgio para marcar o primeiro gol com a camisa do Tigre. Sob os gritos de “Olé” da aliviada torcida da casa, os mineiros seguiram melhores e ainda tiveram chances de ampliar antes do apito final.

FICHA TÉCNICA
IPATINGA 4 X 1 PORTUGUESA
   (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Ipatingão, em Ipatinga (MG)
Data: 19 de julho de 2008, sábado
Horário: 18h20 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Souza de Mendonça (PE)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Jose Javel Silveira (RS)
Cartões amarelos: Fred, Gian e Beto (Ipatinga); Wilton Goiano e Erick (Portuguesa)

Gols:
IPATINGA: Rodriguinho, aos 12 e aos 36 minutos do primeiro tempo. Dias (contra), aos 29 e Marinho, aos 33 do segundo tempo
PORTUGUESA: Halisson, aos 19 minutos do segundo tempo

IPATINGA: Rodrigo Posso; Leandro Salino, Tiago Vieira, Gian (Léo Oliveira) e Beto (Sandro), Paulinho Dias, Augusto Recife, Léo Silva (Luciano Mandi) e Rodriguinho; Adeílson e Marinho
Técnico: Ricardo Drubscky

PORTUGUESA: Sérgio; Wilton Goiano, Bruno Rodrigo, Halisson e Bruno Recife; Erick, Gavilán (Dias), Carlos Alberto (Washington) e Sidnei (Rogério); Diogo e Jonas
Técnico: Vágner Benazzi


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo