iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/07 - 19:26

São Paulo pode lucrar R$ 13 milhões se Kaká for para o Chelsea

Ingleses ofereceram 100 milhões de euros ao Milan pelo meia e o Tricolor tem direito a 5% do valor da negociação

Redação iG Esporte

SÃO PAULO - Um dinheiro extra pode pintar nos cofres do Tricolor graças às negociações milionárias entre os clubes europeus.

Um assessor do meia Kaká confirmou que o jogador e o Milan (ITA), seu clube, receberam uma proposta oficial do Chelsea (ING) de 100 milhões euros (R$ 252,3 milhões) pelo brasileiro. Conforme o iG Esporte apurou, o valor agradou aos milaneses, e, caso a negociação se concretize, o São Paulo pode lucrar 5 milhões de euros (R$ 13 milhões).

Como clube formador, o Tricolor tem direito a 5% do valor de futuras negociações do atleta, conforme estipula a lei da Fifa.

Em 2003, o São Paulo negociou Kaká com o Milan por apenas US$ 8,5 milhões (cerca de R$ 24 milhões naquela época). Após a transação, o presidente do clube italiano, Silvio Berlusconni, chegou a dizer que levou o meia para Milão "a preço de banana".

Curiosamente, hoje, o valor que o São Paulo negociou Kaká com os italianos seria inferior ao que o clube pode receber com os 5%, devido a atual cotação do dólar.

Segundo contrato firmado entre São Paulo e Milan, o clube do Morumbi também teria direito a 20% de uma futura negociação de Kaká, mas somente se ela ocorresse até agosto de 2006. Se essa clausula ainda estivesse vigente, o Tricolor poderia receber até 25 milhões de euros (R$ 65 milhões) com a ida do ex-são paulino para o Chelsea.

Kaká deixou o São Paulo e foi negociado com o Milan em 2003. No ano passado, foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa e conquistou os títulos da Supercopa da Uefa, da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes, todos pelo clube italiano.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo