iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/07 - 23:04

Vasco empata com Goiás e complica situação de Lopes

Vaiado pela torcida, o zagueiro Luizão passou de vilão à herói marcando o gol do empate da equipe carioca

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO -  Vaiado durante quase todo o jogo pela torcida, o zagueiro Luizão passou de vilão a herói na partida desta quinta-feira, em São Januário, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro marcou o gol do empate da equipe carioca diante do Goiás aos 46 minutos do segundo tempo, quando a torcida já se mostrava conformada com a derrota.

Apesar de mostrar muito empenho, a equipe carioca não fez uma boa partida e acabou caindo na armadilha do Goiás que usou a tática de marcar o meio-campo com muita disposição e sair em velocidade para os contra-ataques.

Com o empate, o Vasco subiu para a 11ª posição com 15 pontos enquanto o Goiás com 11 pontos, está em 17º lugar, encabeçando a zona de rebaixamento. Na próxima rodada o time carioca vai enfrentar o Atlético Paranaense na Arena da Baixada enquanto o Goiás vai receber o Palmeiras no Serra Dourada.

O jogo
Com Edmundo no banco de reservas, o Vasco iniciou a partida centralizando seu jogo no meia Morais que voltava ao time depois de cumprir suspensão, mas muito marcado pela equipe goiana, o meia não conseguia dar velocidade às jogadas de ataque.

Já o Goiás repetia seu esquema que vem sendo repetido desde que Hélio dos Anjos assumiu o comando. Muitas faltas para bloquear as jogadas do adversário e bolas esticadas para aproveitar a velocidade de Alex Terra, o único fixo na frente. Por causa da marcação, os lances de emoção demoraram a aparecer em São Januário.

A primeira jogada com cheiro de gol só apareceu aos 25 minutos quando Leandro Amaral tabelou com Alex Teixeira e chutou de dentro da área mas Harlei defendeu. Aos 31 minutos, falta contra o Goiás na entrada da área.

A torcida pediu o goleiro Tiago mas o técnico Lopes não deixou e a cobrança de Morais só provocou mais vaias ao treinador que estava sendo mundo hostilizado.

Aos 37 minutos, Ramalho se aproveitou da indecisão da zaga vascaína para chutar forte, mas o goleiro Tiago espalmou. O goleiro do Vasco voltou a aparecer bem aos 39 minutos ao cortar com a perna um chute de Alex Terra que entrou sozinho na área.

Como o Vasco não levou à sério as ameaças do Goiás, acabou sofrendo um gol aos 42 minutos. Após cobrança de escanteio, Romerito, de ombro, colocou no canto direito do goleiro Tiago.

O Vasco voltou para o segundo tempo com Edmundo no lugar de Alex Teixeira numa tentativa do treinador Antonio Lopes de dar mais consistência ao setor de ataque do Vasco. Mas a presença do Animal não melhorou em nada a produção do Vasco que errava muitos passes principalmente com Morais que falhava na sua missão de armar as jogadas ofensivas.

O Verdão de Goiânia continuava se aproveitando dos erros do adversário para criar jogadas de perigo. Aos 11 minutos, Alex Terra entrou livre pela direita e chutou cruzado mas a bola passou à frente do goleiro Tiago sem que aparecesse nenhum atacante para empurrar a bola para as redes.

Aos 12 minutos, Valmir e Jean pediram, ao mesmo tempo, para sair e Lopes que já tinha feito duas substituições fez a opção por Valmir que estava em pior situação, colocando Madson em seu lugar. O Vasco pressionava de forma desordenada e o goleiro Harlei saiu com os pés para cortar um cruzamento da direita. Logo depois, Leandro Amaral foi agarrado dentro da área e o fraco árbitro Wilson Senema nada marcou.

Aos 24 minutos, outra falta na entrada da área do Goiás e a torcida voltou a pedir Tiago, mas Edmundo bateu com força e Harlei fez boa defesa. Aos 28, foi a vez de Tiago aparecer bem em chute perigoso de Alex Terra. Enquanto o Vasco partia de forma desordenada para o ataque, o Goiás tentava surpreender a zaga carioca em lançamentos longos para Alex Terra que dava muito trabalho aos zagueiros. O Vasco criou uma boa jogada aos 34 quando Leandro Amaral e Jean trocaram passes rápidos e o meia bateu por cima do gol.

Nos minutos finais, o Vasco partiu para o desespero e o Goiás teve a chance de matar a partida mas Ramalho desperdiçou a oportunidade. Aos 46 minutos, Leandro Amaral fez boa jogada pela direita e cruzou para a cabeçada certeira de Luizão, definindo o placar da partida.

FICHA TÉCNICA
VASCO-RJ 1 X 1 GOIÁS-GO   (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio de São Januário
Data: 17 de julho de 2008, quinta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Márcio Eustáquio Santiago (MG)
Cartão Amarelo: Tiago e Jonilson(V); Paulo Henrique, Ernando e Ramalho(G)
Gols: VASCO: Luizão aos 46 minutos do segundo tempo. GOIÁS: Romerito aos 42 minutos do primeiro tempo

VASCO: Tiago; Luizão, Eduardo Luiz e Rodrigo Antônio; Wagner Diniz, Jonílson, Morais, Alex Teixeira(Edmundo) e Pablo)Valmir); Jean e Leandro Amaral
Técnico: Antonio Lopes

GOIÁS: Harlei; Ernando, Henrique e Paulo Henrique; Vitor, Ramalho, Fernando, Romerito e Júlio César: Adriano Gabiru(Felipe)e Alex Terra(Pituca)
Técnico: Hélio dos Anjos


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo