iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/07 - 16:35, atualizada às 20:51 17/07

"Sonho do Milan", Ronaldinho é apresentado a 40 mil pessoas

Jogador, pelo qual o Milan "esforçou-se como nunca", ficou visivelmente emocionado com a recepção da torcida milanista

Redação iG Esporte

MILÃO (Itália) - Ronaldinho Gaúcho, enfim, foi apresentado oficialmente como jogador do Milan. Na noite desta quinta-feira em Milão — tarde no Brasil —, o atleta concedeu sua primeira entrevista coletiva como milanista, depois de ter passado por uma série de exames médicos nos últimos dois dias, e foi recepcionado por 40 mil torcedores.

E, se suas declarações na entrevista não fugiram muito das formalidades habituais em eventos do gênero, as frases do vice-presidente do clube, Adriano Galliani, deram dimensão da importância do negócio: "É um sonho que se realiza. Não havíamos jamais assediado tanto assim um jogador. Depois de três anos, finalmente conseguimos!".

O dirigente também mostrou empolgação com as condições físicas do brasileiro. "Ele superou brilhantemente todos os tipos de exames que fizemos, contratamos um grande campeão", disse. E Ronaldinho garantiu estar mesmo preparado para disputar todas as partidas do Milan no ano: "Claro que posso, estou em boas condições".

O jogador afirmou não saber ainda que número de camisa usará (a 11 e a 20 são as mais cotadas, já que a 10 pertence a Clarence Seedorf), mas disse que isso não passa de um detalhe. "Esse é um momento especial da minha carreira. Todos os jogadores sonham em jogar no Milan. Espero dar muita alegria à torcida", afirmou.

Sobre seu rompimento com o Barcelona, Ronaldinho garantiu que a decisão foi bilateral. "Foi um belo período, ganhamos torneios importantes, mas depois de algumas desilusões recentes chegamos à decisão comum de nos separar. Aqui no Milan eu alcancarei outros objetivos", disse.

Reuters
Ronaldinho no San Siro: emocionado com a recepção da torcida

40 mil na apresentação
Depois da entrevista coletiva e das assinaturas de contratos transmitidas ao vivo pelo Milan Channel, o canal de TV do clube, Ronaldinho pisou pela primeira vez no estádio San Siro com a camisa do novo clube. No espaço destinado ao público, mais de 40 mil pessoas o aguardavam.

Ronaldinho entrou em campo sob a luz de holofotes, fogos de artifício e uma chuva de papel picado. Teve até desfile de escola de samba. O atleta vestiu a camisa do Milan, exibindo o abdômen sem excesso de gordura, e ficou visivelmente emocionado com a recepção. Em seguida, disse suas primeira palavras, em italiano, para a torcida: "Buonasera, grazie a tutti, forza Milan! (Boa noite, obrigado a todos, força Milan!).  

Livre para Pequim
Ainda na entrevista, o meia-atacante confirmou que a liberação do Milan para ele jogar a Olimpíada, no mês que vem, já estava acertada antes de sua contratação ter sido oficializada. "O Brasil jamais ganhou uma Olimpíada. Para mim será importante jogar. Foi um acordo que eu já tinha acertado antes de vir ao Milan, e não acho que isso atrasará meu entrosamento aqui, porque já conheço alguns dos jogadores do time".

Momento de descontração
Em certo ponto da entrevista, um jornalista perguntou a Adriano Galliano se Ronaldinho teria que cortar os cabelos, lembrando que o clube sugeriu que Ronaldo mudasse seu "penteado" ao chegar ao Milan. Então, Galliani brincou: "Se o (Silvio) Berlusconi (proprietário do Milan) não pediu isso quando contratou o Güllit, não acho que pedirá ao Ronaldinho".

Os valores do negócio
Para contratar Ronaldinho, o Milan já pagou ao Barcelona 18,5 milhões de euros (R$ 46,8 milhões), mas pode chegar aos 22 milhões de euros (R$ 55,7 milhões). No contrato, os dois clubes estabeleceram algumas cláusulas de bônus. Segundo elas, o time italiano pagaria um determinado valor a mais conforme seu desempenho — e o do atleta — nas próximas temporada.

O salário do brasileiro também não é baixo, embora ele não atravesse bom momento. Ronaldinho, que assinou contrato até 30 de junho de 2011, receberá 6,5 milhões de euros (R$ 16,4 milhões) por ano. Menos do que Kaká, cujo salário anual é de 9 milhões de euros (R$ 22,8).


Leia mais sobre: Ronaldinho Milan Futebol internacional

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AFP

Barça se despede de Ronaldinho; Milan o apresenta
Imagens

AMPLIAR

Topo