iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/07 - 14:27

Saída de jogadores é preocupação para reação do Fluminense
O Flu tem apenas nove pontos após a derrota de 3 a 1 para o Palmeiras

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A dificuldade enfrentada pelo Fluminense para subir na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro vem deixando o técnico Renato Gaúcho muito preocupado, mesmo que ele garanta em entrevistas que a meta do clube é se classificar para a Copa Libertadores.

O Flu tem apenas nove pontos após a derrota de 3 a 1 para o Palmeiras na noite de quarta-feira em São Paulo e ainda não conseguiu deixar a zona de rebaixamento.

O treinador teme que a situação fique ainda pior com a debandada de parte do elenco para o exterior e com alguns desfalques certos. Casos como o zagueiro Thiago Silva e o meia Thiago Neves, que na próxima segunda-feira se apresentarão à seleção brasileira olímpica e ficarão todo o mês de agosto afastados.

Renato Gaúcho já conversou com o presidente Roberto Horcades e com Branco, coordenador do departamento de futebol, sobre a necessidade de reforços serem contratados para que ele tenha condições de trabalho adequadas. Só nesta semana, o Fluminense perdeu o lateral-direito Gabriel para o Panathinaikos-GRE e o meia Cícero para o Hertha Berlin-ALE. Além disso, Thiago Silva e Thiago Neves estão nos planos do futebol alemão, o zagueiro Luiz Alberto negocia com o Panathinaikos e o volante Arouca é de interesse de alguns times de Portugal.

“Infelizmente, essa época do ano é complicada para todos os clubes, mas ainda bem que o Fluminense tem um patrocinador forte, que nos permite ter um elenco forte, com peças de reposição”, disse Renato Gaúcho, pouco conformado com a saída de jogadores. “Não temos muito o que fazer, pois o empresário vê o jogador como produto, faz de tudo para ele sair e os clubes de fora têm dinheiro para bancar as multas rescisórias.”

O treinador evitou reclamar do fato de dois de seus principais jogadores ficarem afastados para a disputa dos Jogos Olímpicos de Pequim. “Claro que não fico feliz de perder dois jogadores importantes num momento em que precisamos somar pontos. Se o Campeonato Brasileiro não está fácil com eles, imagina sem. Mas eles fizeram por merecer essa convocação e torço pelo sucesso deles”, explicou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo