iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/07 - 09:09

Ronaldinho Gaúcho recusou muito dinheiro do Manchester City

Segundo o empresário, Ernesto Bronzetti, o motivo do meia-atacante foi preferir mostrar o seu valor no clube de Milão 

EFE

ROMA (Itália) - O empresário italiano Ernesto Bronzetti, que intermediou a contratação do meia-atacante brasileiro Ronaldinho Gaúcho pelo Milan, disse nesta quinta-feira, que o jogador renunciou uma "quantia assombrosa de dinheiro" oferecida pelo Manchester City "porque preferia mostrar seu valor com o clube de Milão".

Bronzetti disse à emissora italiana Sky TG24 Mattina que o Manchester City ofereceu ao brasileiro um contrato de cinco anos e de US$ 12 milhões líquidos.

"No entanto, Ronaldinho Gaúcho preferiu ir para o Milan por pouco mais da metade, renunciando aos 15% que tinha direito pelas regras vigentes na Espanha sobre a venda de jogadores e a outros valores assombrosos", revelou o empresário.

Sobre as negociações entre Barcelona e Milan, Bronzetti contou que estiveram a ponto de serem encerradas, já que o Manchester City oferecia "entre 12 e 13 milhões de euros a mais" pelo brasileiro.

Segundo o intermediário, a "habilidade e a experiência" do vice-presidente e chefe-executivo do Milan, Adriano Galliani, que se encarregou pessoalmente das negociações, permitiram a contratação de Ronaldinho Gaúcho pelo clube italiano.

Bronzetti acrescentou que a chegada do brasileiro ao Milan se deve, sobretudo, ao desejo do dono do clube e do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, "que sempre gostou do jogador".


Leia mais sobre: Ronaldinho Gaúcho Milan Manchester City

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

13 milhões à mais
O Manchester City ofereceu cerca de 13 milhões à mais do que o Milan pelo passe do jogador

Topo