iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/07 - 20:44

Inexperiente na Europa, Henrique é cedido pelo Barça ao Bayer

"Henrique ainda vai se apresentar no Barcelona e depois vai para o Bayer Leverkusen", disse seu procurador

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Há algumas semanas, Henrique deixou o Palmeiras animado por poder atuar pelo Barcelona, que desembolsou dez milhões de euros (cerca de R$ 25 milhões) por seu futebol. O destino do zagueiro, no entanto, será a Alemanha.

Aos 21 anos, se nenhuma passagem pelo futebol europeu, o jogador foi considerado inexperiente para vestir a camisa do clube catalão e por isso foi emprestado por um ano ao Bayer Leverkusen.

“Ainda estamos acertando os últimos detalhes. O Henrique ainda vai se apresentar no Barcelona, com quem assinou por cinco anos, e depois vai para o Bayer Leverkusen”, confirmou o procurador de Henrique, Marcos Malaquias.

O empresário, entretanto, garante que a decisão dos espanhóis não abalou seu cliente. “O Henrique ficou muito feliz, porque o Bayer Leverkusen também é um grande clube e sempre dá chances para brasileiros, muitos foram bem por lá”, argumentou, lembrando dos sucessos de Juan, Lúcio e Zé Roberto no time alemão.

O sonho de atuar no Barça, contudo, continua vivo. “O Henrique ficou feliz por fechar com o Barcelona e sabe que se o time pagou por ele é porque vai usar. Ele não vai jogar lá neste ano, mas com certeza vai jogar no próximo”, afirma Malaquias.

Ainda sem conhecer detalhes sobre sua nova equipe, Henrique conta com a ajuda de um ex-companheiro para se dar bem na Alemanha. “Ele é muito amigo do Rafinha, que joga no Schalke e mora há 40 quilômetros de Leverkusen. O Rafinha vai ajudar ele a se adaptar”, confirmou o empresário, que deve acompanhar o zagueiro no embarque deste domingo para Barcelona.

Visita ao Verdão – Antes de viajar para a Espanha, Henrique aproveitou sua estadia no Brasil para acompanhar do Palestra Itália a vitória por 3 a 1 de sua ex-equipe sobre o Fluminense, nessa quarta-feira. E não poupou elogios ao tratamento que recebeu nos seis meses em que esteve no Verdão.

“A projeção de um clube da grandeza e da tradição do Palmeiras pesaram muito e isso hoje está influenciando diretamente na minha vida, tudo para o lado positivo. Agradeço aos torcedores, que mesmo eu sendo jovem tiveram paciência comigo no período em que estive aqui”, discursou.

“Vim para o Palmeiras com a mentalidade de ficar por muito tempo, mas a nossa carreira de profissional prega surpresas incríveis. Mas o Palmeiras está bem servido e tenho absoluta certeza que vai brigar pelo título brasileiro”, finalizou o jogador, que despediu-se do Palmeiras com o título paulista e um gol em 26 partidas.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo