iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/07 - 21:06

A duas semanas do duelo, Denílson não vê líder como imbatível
Denílson está confiante nas condições que o Palmeiras tem de bater os bicampeões cariocas

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O Flamengo encara o Coritiba na noite desta quinta-feira embalado por uma seqüência invicta que já dura cinco jogos, desempenho que o coloca na liderança que pode chegar a nove pontos de vantagem sobre o segundo colocado caso vença no Paraná. A condição, porém, não assusta um dos postulantes ao título.

Já de olho no duelo direto contra os rubro-negros no próximo dia 30, no Palestra Itália, o Denílson já está confiante nas condições que o Palmeiras tem de bater os bicampeões cariocas. E se nega a ver os comandados de Caio Júnior como imbatíveis.

“Nenhum time é imbatível. De repente, o melhor time do Brasil há algumas semanas era o Fluminense, pela campanha que fizeram na Libertadores e por estarem em destaque”, comparou. “É difícil ter um time imbatível. Todos os times estão bem, principalmente os grandes, que estão brigando pelas quatro primeiras colocações”.

A minimização da supervalorização aos flamenguistas, porém, não fazem com que o meia-atacante desconsidere as virtudes dos donos da ponta do Brasileirão há oito rodadas. Canhoto, Denílson faz elogios especialmente ao lateral-esquerdo rubro-negro.

“Tem um elenco bom, não é à toa que está em primeiro lugar. Eles têm uma defesa boa, principalmente pelo lado esquerdo com o Juan, que para mim até o momento é a grande revelação do campeonato. A maioria dos gols sai dos pés dele”, apontou.

As boas palavras, entretanto, serão esquecidas dentro de campo. E o camisa 19 do Verdão já prevê um bom espetáculo. “Eles perderam o Marcinho, que pode ser uma perda importante, mas têm uma boa equipe. Ainda vamos enfrentar o Flamengo e temos que ter respeito, mas vamos jogar para ganhar. E vai ser um bom jogo, porque são duas equipes que lutam pelo título”, estimou.

Olha o Flu aí! Em meio aos comentários sobre o Flamengo, Denílson também ressaltou as boas impressões que teve do Fluminense mesmo após serem batidos por 3 a 1 nessa quarta-feira.

“O Fluminense já se mostrou recuperado por perder a Libertadores. Se eles tivessem feito os gols no primeiro tempo, seria muito difícil para a gente reverter”, admitiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo