iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/07 - 19:05

Anderson chega ao São Paulo sem temer passado no Corinthians

"Sempre fui profissional, e tenho que ver o que é melhor para mim e para a minha família", disse

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O zagueiro Anderson foi confirmado nesta terça-feira como o mais novo reforço do São Paulo para a disputa do Campeonato Brasileiro. Revelado pelo rival Corinthians, o jogador vinha se recuperando no Reffis de uma lesão no joelho, que sofreu enquanto ainda defendia o Lyon-FRA.

Anderson deve atuar pelo Tricolor do Morumbi apenas a partir de agosto, quando a CBF abre as inscrições para atletas vindos do exterior. O zagueiro chega para cobrir uma eventual saída de Alex Silva e Miranda para a Europa, e garante não temer uma pressão da torcida por conta de seu passado no Corinthians.

“Ainda mais porque sempre tive o maior respeito pelos clubes que enfrentei, nos clássicos. Sempre fui profissiona, e tenho que ver o que é melhor para mim e para a minha família. Se eu mostrar dentro de campo e correr, como fiz pelo Corinthians, a torcida do São Paulo também vai me acolher e me apoiar”, justificou o jogador, em entrevista à rádio Jovem Pan, de São Paulo.

Anderson foi revelado em 1997 e só deixou o Parque São Jorge oito anos depois. Passou pelo Benfica-POR, mas foi negociado pouco tempo depois com o Lyon, que buscava uma opção para o lugar do lesionado Cris. O ex-corintiano, porém, foi vítima da mesma lesão pouco tempo depois, e mal jogou na França.

O problema, porém, praticamente já faz parte do passado – segundo ele, resultado do tratamento no São Paulo. “Praticamente me recuperei por completo. Estou na fase final, fazendo treino físico, treinando com bola. Fico feliz, minha perna está bem forte. Mais uns 15 dias, e eu vou poder entrar em campo novamente”, assegura o zagueiro.

Mesmo sem ainda ter condições físicas e legais de jogar, Anderson vê com otimismo a chance de defender seu novo clube. Segundo ele, o time tem condições até mesmo de tirar a diferença de nove pontos para o líder Flamengo – que não teria condições de se manter na ponta por muito tempo.

“Sei que não tem nada definido ainda. O Flamengo está bem, mas acho que ele não vai conseguir manter isso até o final da competição. Vai dar uma caída. Se o São Paulo continuar firme, continuar vencendo, podemos chegar. Quando você vence três, quatro jogos seguidos, muda muita coisa”, diz.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo